Novo Banco 2019
Francisco Furtado é perito em transportes: “poder ser útil aos Açores e ao país é o que me motiva bastante” Francisco Furtado é perito em transportes: “poder ser útil aos Açores e ao país é o que me motiva bastante”

Açoriano trabalha para a OCDE e está na Argentina

Francisco Furtado é perito em transportes: “poder ser útil aos Açores e ao país é o que me motiva bastante”

O açoriano Francisco Furtado é um perito da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) em sistemas de transportes e já foi sondado pelo Executivo açoriano para um estudo sobre a problemática dos transportes na Região. Neste momento, está a liderar o projecto de Descarbonização de Transportes em Economias Emergentes na Argentina e vai lançar em Portugal um livro sobre a ferrovia. Considera, a propósito, que a ferrovia de mercadorias em Portugal “é um caso de sucesso” e, por isso, “um caso de estudo na Europa”. Defende que se deve encurtar o...

“Aqueles que dizem sentir-se limitados a trabalhar produtos dos Açores é porque, talvez, não tenham conseguido explorar a sua riqueza maravilhosa”

Rotas gastronómicas (28)

Chef Viana, responsável pelo Entre Nós Bistrô, afirma que nos Açores há a possibilidade de todos os dias se descobrir um ingrediente novo ou uma forma diferente de trabalhar o mesmo ingrediente...
1345678910Last
Todas as capas
Capa Dezembro Açorianíssima
Almanaque 2020

Editorial

Maria Corisca

  • 19 janeiro 2020
  • Autor: CA
  • 12 janeiro 2020
  • Autor: CA
  • 5 janeiro 2020
  • Autor: CA

Opinião

A apresentação da obra a “Guerra Civil Portuguesa (1828 – 1834): A Batalha da Praia de 11 de agosto  de 1829 na imprensa internacional e a telegrafia ótica na ilha Terceira”

No passado dia 14 de Dezembro, a obra de Vítor Alves, “Guerra Civil Portuguesa (1828 – 1834): A Batalha da Praia de 11 de agosto de 1829 na imprensa internacional e a telegrafia ótica na ilha Terceira” foi apresentada na Livraria Letras Lavadas, em Ponta Delgada. Visando ecos internacionais, Vítor Alves realizou uma importante pesquisa junto dos órgãos de comunicação social escrita no estrangeiro, conseguindo detetar várias apreensões nacionais e internacionais, relacionadas com a Batalha da Vila da Praia, na altura, alvo da atenção das duas margens do Atlântico. A obra é complementada por uma segunda valência, correspondente ao uso da telegrafia ótica na ilha Terceira, reconstituindo-se uma das mais antigas formas de comunicação naquela ilha, adaptada e replicada em todas as outras: o posto semafórico. A apresentação esteve a cargo do Professor Doutor Sérgio Rezendes, num texto que abaixo se reproduz.

  • 19 janeiro 2020
  • Autor: CA

A propósito do XXIV Congresso Regional do PSD/Açores

Uma viagem no tempo pela nossa geografia eleitoral

As 11 legislaturas do Parlamento dos Açores somam 759 deputados eleitos. Destes, o PSD elegeu 459 (60,4%), o PS 258 (33,9%) e os outros partidos 42 (5,5%). Incluem-se aqui 24 deputados do CDS, 9 do PCP (APU e CDU), 5 do Bloco de Esquerda, 3 do PPM e 1 da Aliança Democrática - Açores. Nos 99 atos eleitorais realizados nas nove ilhas para as 11 eleições legislativas regionais dos últimos 44 anos, o PS venceu 51 vezes por ilha, o PSD 45, a CDU duas (Flores) e o CDS uma (Corvo). O PS venceu em todas as nove ilhas em duas eleições (2008 e 2012) e o PSD apenas o conseguiu nas primeiras (1976).
 

Crónica da Madeira