Vão ser formados este ano mais 160 novos guias para Parques Naturais

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro, afirmou, em Ponta Delgada, que o Governo dos Açores vai formar este ano 160 novos guias dos Parques Naturais do arquipélago.
 “Estamos aqui em mais uma acção que corresponde perfeitamente a este desígnio de todos fazermos parte de um processo que deve ser partilhado e contínuo no que diz respeito à salvaguarda intransigente da nossa Natureza, que é, cada vez mais, partilhada por um número crescente de visitantes que nos procuram, exactamente, pelas nossas singularidades”, frisou Marta Guerreiro, que falava Quinta-feira, na abertura de um dos novos cursos de guias dos Parques Naturais dos Açores.
 Os novos guias vão juntar-se aos cerca de 200 que foram formados nos 11 cursos realizados em todas as ilhas do arquipélago entre 2015 e 2018, período em que foram também organizados dois cursos específicos de guias da Montanha do Pico e um curso de guias da Caldeira do Faial.
 “Pelo seu sucesso e procura, este ano prosseguimos com estas formações nas ilhas Terceira, Pico, Faial e São Miguel, nesta com dois cursos, um em Vila Franca do Campo e este aqui em Ponta Delgada”, salientou Marta Guerreiro.
 A titular da pasta do Ambiente afirmou ainda que, face ao elevado número de inscrições nas ilhas de São Miguel e do Pico, vão ser organizados “a partir de outubro, mais três cursos de guias de Parques Naturais”, sendo dois em São Miguel e um no Pico.
 “Este é mais um caminho com vista à promoção do património natural, bem como da qualificação dos recursos humanos e dos serviços prestados aos visitantes das áreas protegidas, numa perspectiva de gestão sustentável do território e de valorização do turismo de natureza”, frisou.
 Os cursos, com uma duração de 117 horas, certificam profissionais para acompanhar e guiar grupos de visitantes às áreas protegidas e para a interpretação ambiental e cultural do meio envolvente, dando seguimento ao processo de melhoria dos serviços dos Parques Naturais dos Açores.
 “É imperativo que todos os activos, das mais diversas actividades, possam ter acesso a informações sobre o património natural e histórico-cultural, noções de comunicação e turismo, orientação e técnicas de socorrismo e resgate”, sublinhou a Secretária Regional.  Marta Guerreiro salientou que “as prioridades estratégicas e as políticas definidas pelo XII Governo dos Açores concretizam uma forte aposta na valorização da qualidade ambiental e no uso sustentável dos recursos naturais”.
 “Acreditamos que, por via do crescente investimento no nosso património natural, temos vindo a consolidar a Natureza como o principal ativo de uma Região que tem granjeado um elevado reconhecimento pela forma como encara as questões ambientais, quer pelos Açorianos, quer por todos aqueles que nos procuram”, afirmou a Secretária Regional, acrescentando que “cursos como este são mais um momento de aposta na formação, promovendo uma aprendizagem mais alargada e consistente sobre um património que é de todos”. 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

x