Apanha de lapas posta em causa

 “As lapas no Pico e nos Açores só deviam começar a ser apanhadas no dia 1 de Junho de cada ano”. A afirmação é de José António Fernandes, na qualidade de Presidente da Associação de Apanhadores do Pico, que coloca desta forma o dedo na ferida no que toca à apanha da lapa.
Segundo um apanhador contactado pela nossa redacção as lapas “são cada vez menos vistas nas nossas rochas e fundos”, porque o “excesso e o não controlo da apanha está a delapidar o futuro no que toca a este marisco tão apreciado do nosso mar”.
Há também quem se referia à portaria do Governo Regional dos Açores que existe há muitos anos e nunca foi alterada. “Esta lei só serve os interesses dos micaelenses” que, segundo um apanhador, querem “a lapa já nos pratos para servir nas festividades do Senhor Santo Cristo dos Milagres”.
“Os estudos provam que em Maio as lapas estão no maior e melhor período de desova e reprodução” e a sua apanha nesta “data provoca grande impactos que pode levar ao desaparecimento desta Patella vulgata”. José António Fernandes, na sequência da Assembleia Geral da Associação de Apanhadores do Pico, decidiu levar este assunto ao Secretário Regional do Mar, Gui Menezes, notando que este tinha abertura para resolver o assunto. No entanto “claro é complicado negociar com as outras ilhas”. “O Pico defende o dia 1 de Junho de cada ano para começar a apanha da lapa e assim garantimos não só o presente, mas também futuro”, refere ao Jornal do Pico. “Era também, importante, para além da regulamentação do dia, estabelecer mais meios de fiscalização, pois há muita lapa que devia ser apanhada em apneia e está a ser apanhada em mergulho com garrafa, havendo também lapas capturadas que as lotas açorianas não têm conhecimento”, adverte outro apanhador. Segundo apurámos, Gui Menezes, enquanto investigador do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, defendia, há alguns anos, essa mesma ideia de que 1 de Junho era o dia ideal para iniciar a apanha da lapa nos mares dos Açores e do Pico, em particular. J.Pico
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

x