Com uma recuperação notável

Operário ainda sonha com o grupo principal

O Operário ainda pode ficar nos 5 primeiros lugares do Campeonato de Futebol dos Açores, formando com Fontinhas, Lusitânia, Desportivo de Rabo de Peixe e Marítimo da Graciosa o grupo da subida, cujo primeiro classificado sobe ao Campeonato de Portugal e os outros ficam com a manutenção assegurada.

A equipa lagoense está a 3 pontos do Sporting de Guadalupe. Se terminar com os 24 pontos da equipa da Graciosa fica qualificada por ter vantagem nos jogos que entre si realizaram. O Operário perdeu na Lagoa, por 1-0, mas foi à ilha Graciosa vencer por 3-0. 
O Sporting de Guadalupe, com a quinta derrota seguida, ficou com a manutenção imediata em perigo. No último jogo desta primeira fase vai ao campo do Lusitânia e o Operário defronta nos Arrifes o Águia.
Porém, se Sporting de Guadalupe, Operário e Vitória do Pico terminarem com 24 pontos, é a equipa da freguesia graciosense de Guadalupe a qualificada, porque no mini campeonato entre as 3 equipas soma 9 pontos, contra 5 do Operário e 2 do Vitória.
O Vitória, do Pico, recebe o Desportivo de Rabo de Peixe e é mais um jogo que congrega as atenções para o único foco da jornada 18 do próximo fim-de-semana. Acontece que contrariando o regulamento, este jogo vai terminar uma hora mais cedo dos outros dois que estão também na corrida pelo 5.º lugar. Águia-Operário e Lusitânia-Sporting de Guadalupe começam às 15h00. Todos deveriam iniciar-se à mesma hora.

HÁ 5 JOGOS SEM PERDER

O Operário não perde desde 13 de Janeiro. São 3 vitórias e 2 empates para o campeonato regional. 
O triunfo sobre o Lusitânia começou com o golo de Young, aos 34 minutos, elevando Diallo, de penalti, aos 43m. O 3-0 da equipa lagoense foi da autoria de Dylan, aos 80m. O Lusitânia reduziu aos 90+3m, por Ivo Tavares, também de penalti.
Na Ribeira Grande Desportivo de Rabo de Peixe e Águia dos Arrifes terminaram com empate a 2 golos. Marco Isidro, aos 28m, deu vantagem à jovem equipa treinada por Emanuel Simão, mas a turma de Rabo de Peixe deu a volta ao marcador com os golos de Aragão (38m) e do jovem Madeira (67m), este num pormenor de grande execução técnica e de potência de remate. 
Passavam 4 minutos dos 90m o Águia empatou. Bruno Alves bateu um livre bem longe da baliza, mas o guarda redes Rabiça, que assumiu a titularidade na equipa de Rabo de Peixe, não conseguiu segurar a bola. 
O Águia já vai em 4 encontros sem perder e foi derrotado uma vez nos últimos 7 desafios, contando com a partida em São Roque para a Taça de São Miguel.
 O Fontinhas voltou a ter mais vantagem sobre o Lusitânia (4 pontos) e o Marítmo da Graciosa foi subindo de rendimento ao ponto de estar em 3.º lugar.
Resultados da 17.ª jornada: Operário-Lusitânia, 3-1; Desp. Rabo de Peixe-Águia Arrifes, 2-2; Fontinhas-Vitória, 2-1; Marítimo-Cedrense, 5-2 e Sp. Guadalupe-Graciosa FC, 0-1.
Classificação: 1.º Fontinhas, 41 pts; 2.º Lusitânia, 37; 3.º Marítimo Graciosa, 30; 4.º Desportivo de Rabo de Peixe, 28; 5.º Sporting Guadalupe, 24; 6.ºs Operário e Vitória do Pico, 21; 8.º Águia, 17; 9.º Graciosa FC, 12 e 10.º Cedrense, 4 pts.

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

x
Revista Pub açorianissima