Eusébio Massa, Presidente da Junta de Freguesia e Casa do Povo em regime de voluntariado

“Se os Açores estão na moda, os Arrifes também estão”

Esta semana fizemos uma incursão à maior freguesia do Concelho de Ponta Delgada, a segunda maior dos Açores, onde fizemos uma paragem na Junta de Freguesia para falar com Eusébio Massa.
No seu terceiro e último mandato como Presidente da Junta de Freguesia dos Arrifes, Eusébio Massa, de 43 anos de idade, mostra-se consciente que este terceiro mandato é impeditivo de voltar a concorrer ao cargo, sustentando mesmo que “deveriam ser apenas dois mandatos de cinco anos, ao invés dos três actuais consecutivos de quatro anos cada”.
Eusébio Massa diz ainda que “é bom que venham outras pessoas, com outras ideias até para renovar algumas coisas que possam vir a ser inovadas, porque acabamos por ficar sem saber o que é que podemos fazer ainda mais. Contudo, temos feito o nosso trabalho e temos vindo a dar continuidade aos nossos projectos, mas é como na vida, tudo tem um fim e esta parte está a acabar”.
Desafiado a comentar como tem sido esta caminhada, expressou que “nem tudo tem sido um mar de rosas. A nossa missão é muito difícil, levamos com tudo e depois acabamos por ser, quase como os patinhos feios, porque temos que bater em muita porta e pedir ajuda para podermos ajudar a nossa comunidade. É bom que se registe que estamos nestes cargos e não ganhamos nada de especial, mas estamos aqui pela obra que podemos fazer pela Freguesia e aqui sim, queremos deixar a nossa marca, em benefício da nossa comunidade para que possa ter um futuro mais risonho e melhor qualidade de vida”.
Realce-se que quando Eusébio Massa entrou para o cargo na Junta de Freguesia já era Presidente da Casa do Povo, que “é um voluntariado”.
Já se fizeram vários actos eleitorais na Casa do Povo dos Arrifes, mas “ninguém se interessa”. E nesse pressuposto “não podia também deixar a instituição ao abandono, porque tem muitos postos de trabalho até no âmbito social”.
Também aqui “continua a desenvolver projectos sempre em prol da comunidade”, porque também esta tem sido a sua outra missão.
Sobre as forças vivas da Freguesia, para além da Junta de Freguesia e da Casa do Povo, Eusébio Massa diz que “são, as 15 instituições na Freguesia, na vertente cultural, recreativa, desportiva e um naipe de empresas com papel preponderante na sociedade, em geral. A nível desportivo, surgem campeões mundiais no Kickboxing, não esquecendo o Voleibol e o Águia Clube Desportivo. O Grupo Folclórico dos Arrifes, o Grupo Brumas da Terra ou o Agrupamento de Escuteiros 433 Arrifes. Ou seja, são associações culturais e desportivas que têm feito um excelente trabalho, incluindo as bandas filarmónicas. Não há nenhuma que possa destacar, porque são todas importantes”, sustenta.

Os 25 anos do Dia da Freguesia

O Dia da Freguesia foi estipulado pelo anterior Executivo da Junta de Freguesia e acontece no dia 10 de Junho, Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas. Este ano, comemora-se os 25 anos da comemoração do Dia de Freguesia, que não tem nada a ver com o aniversário de alguma freguesia. “É apenas a comemoração do Dia da Freguesia que foi estipulado pelo anterior Executivo, em que nós, com certeza temos vindo a dar continuidade”.
Assim sendo, este ano comemorar-se-á as Bodas de Prata do Dia da Freguesia, dia em que se dará especial atenção a algumas pessoas da comunidade dos Arrifes.
A propósito de homenagens, este mês de Março, a Junta de Freguesia dos Arrifes fará o reconhecimento de alguns cidadãos da Freguesia que vivem actualmente na diáspora, concretamente na cidade norte-americano de Fall River.
Em termos de outras iniciativas, a Junta de Freguesia trabalha ainda para vir a ser comemorado o Dia do Lavrador, no dia 8 de Junho, onde para além de um desfile de tractores, serão reconhecidos alguns lavradores e algumas instituições ligadas também ao sector do leite.
Realce-se ainda que a Freguesia é também conhecida por organizar um belíssimo churrasco de carne açoriana, como também a maior quantidade de sopa, à volta dos 3.500 litros, mas este ano surge uma nova novidade. “Vamos ter este ano a maior panela do país, com capacidade para 500 litros, que já está a ser fabricada e vai ser apresentada aqui no mês de Agosto, nas Festas em honra de Nossa Senhora da Saúde”.
O Churrasco de Carne continuará a promover a carne açoriana, como habitualmente, em Setembro, nas Festas em honra de Nossa Senhora dos Milagres, onde está sempre patente também uma feira de máquinas agrícolas. 

Arrifes, uma Freguesia 
em franca expansão

Hoje em dia com quase 9 mil habitantes, a Freguesia dos Arrifes tem vindo a crescer, tem-se construído novas habitações, entre elas, a Piedade Jovem, que tem trazido muita gente de fora a viver para a Freguesia. “Se os Açores estão na moda, os Arrifes também estão. Há aqui, muito investimento e muitas empresas investiram nos Arrifes. Temos três grandes estabelecimentos comerciais muito próximos, uns dos outros e a Freguesia tem um potencial económico importante para a Região e é reconhecida pelas indústrias que temos, quer seja, a Unileite, a Metalúrgica Açoreana ou a Serralharia do Outeiro. Só nestas três empresas temos quase 400 colaboradores e 90% desses trabalhadores são da Freguesia, o que seria de nós se não tivéssemos essas indústrias”. 
A proximidade com Ponta Delgada ajuda, mas as acessibilidades são boas e recomendam-se.
“Há que dar continuidade a este trabalho, tive o maior gosto em colaborar e fazer tudo o que estava ao meu alcance. Não consegui fazer tudo o que pretendia e tenho mais dois anos e meio para fazer mais alguma coisa”.
O Centro Intergeracional dos Arrifes é uma das obras a concluir, assim como a nova escola básica e integrada dos Arrifes ou a Escola dos Milagres que está a ser requalificada, num investimento da Câmara Municipal de Ponta Delgada. 
As obras de construção do Centro Intergeracional dos Arrifes decorrem a bom ritmo, num investimento de mais de 2 milhões de Euros. Trata-se de um “equipamento social importante para a Freguesia”, permitindo “aumentar a qualidade de vida” dos residentes.
A nova infraestrutura, moderna e funcional, ficará localizada na zona dos Milagres, num terreno da Região cedido à Casa do Povo.
O nosso interlocutor diz que a Freguesia dos Arrifes tem problemas de habitação como as outras, mas por ser uma freguesia grande, com mais de duas mil moradias, “por mais que se resolva, surgem sempre outras por resolver”.
O que tenta fazer “é encaminhar as pessoas para os sítios certos”, não deixando nunca de auscultar as pessoas porque “elas merecem sempre a sua atenção”.
A Freguesias dos Arrifes tem sete Ateliers dos Tempos Livres, uma Creche, um Centro de Dia para idosos, entre outras valências, como o Centro de Saúde.

Desfile de Carnaval este Domingo

Este Domingo, a Freguesia vai ter este domingo o seu desfile de Carnaval, uma tradição que começou com poucas pessoas, mas que nos últimos anos tem vindo a ganhar maior expressão. “Tenho por hábito dizer que estas coisas são muito simples de se fazer, porque é o próprio povo que organiza, é ele que apresenta à comunidade e é o povo que depois vê passar”.
Assim, neste Domingo um desfile de Carnaval vai animar algumas das artérias da Freguesia, que começará no quartel do Regimento de Infantaria n.º 18 e rumará até ao Jardim D. Leonor Afonso. Participam cerca de quatro carros alegóricos, destacando-se diversos figurantes, entre eles, creches, Ateliers dos Tempos Livres, escolas e as restantes forças vivas da Freguesia.

 

Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima