2018 foi o ano de mais abates

Abate de gado bovino quase triplicou nos Açores no espaço de 28 anos

O ano de 2018, na Região Autónoma dos Açores, foi aquele em que se registou o maior abate de gado bovino e suíno, desde 1991.
No que ao gado ovino e caprino diz respeito, o ano passado igualou o segundo e o terceiro melhor resultado, respectivamente.
Entre 1991 e 2018, o abate do gado bovino registou um aumento de 178% (5842 contra 16221, ou seja, mais 10.379 toneladas), ao passo que o gado suíno abatido passou de 3911 para 5957 toneladas, sendo que o valor mais alto da série foi em 2018 (5957 toneladas).
No ano passado registou-se o maior número de toneladas de gado abatido, tanto bovino como suíno. Quanto ao abate de gado ovino em 2018, atingiu-se o segundo valor mais alto de sempre (10 toneladas), mantendo-se 1995 como o ano em que foi maior a abate de ovinos (11 toneladas). No que diz respeito ao abate de gado caprino, o ano passado (14 toneladas) igualou a 3ª melhor marca de sempre, com 2002 a ser o ano em que mais gado caprino se abateu na Região Autónoma dos Açores (17 toneladas). 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima