Hoje é a segunda prova do campeonato de Motocross

Treze pilotos à partida

Treze pilotos, dez dos quais da categoria de Elite, vão competir esta tarde na segunda prova do Campeonato de Motocross de S. Miguel/Além Mar 2019.
A corrida de hoje é o 16.º Grande Prémio Grupo Marques, num reconhecimento do Rosinhas V. Clube aquela empresa que colabora com o motocross em S. Miguel há quase 30 anos.
Registe-se o regresso dos escalões de formação à competição, bem como a novidade de algumas passagens, em especial cross, na pista Soluções M do Enduro de Rabo de Peixe, que se disputa no mesmo dia. Proporcionará ao público presente um espectáculo "dois em um" porque nos intervalos das mangas do motocross podem assistir às passagens dos pilotos de enduro.
Os horários no que diz respeito ao motocross são os seguintes: 10h00/11h00 - Verificações documentais e técnicas. Seguem-se os treinos livres de infantis, de iniciados e de elite.
Às 14h00 e às 15h30 realizam-se as 1.ª e 2.ª mangas de Infantis/Iniciados (10 minutos + 2 voltas).
As mangas de Elite (20 minutos + 2 voltas) são às 14h30 e às 16h00. Às 17h00 procede-se à entrega de prémios.
Quanto aos inscritos são os seguintes: 
INFANTIS/INICIADOS: 11 - João Branco (Husqvarna); 68 - Tiago Pavão (Yamaha) e 999 - Fernando Cabido (KTM).
ELITE: 7 - Rodrigo Botelho  (Yamanha-MX2); 8 - Carlos Costa (Kawasaki- MX1); 204 - João Câmara (Honda-MX2); 225 - Henrique Benevides (Yamaha-MX1); 226 - Rodrigo Benevides (Yamaha-MX2); 242 - Luís Branco (Honda-)MX2; 555 - João Lopes         (Husqvarna-MX2); 743 - João Castelo Branco (Honda-MX2); 914 - Gonçalo Pavão       (Yamanha-MX2) e 917 - Abel Carreiro  (KTM-MX2).

Em Fernão Joanes
Benevides caiu e Abel concluiu

Os principais pilotos e os principais candidatos aos títulos micaelense e açoriano chegam à prova de hoje oito dias depois da participação na 6.ª prova do Campeonato Nacional de Motocross.
A competição realizada no Crossódromo das Lages, em Fernão Joanes, na Guarda, não correu de feição a Henrique Benevides e a Abel Carreiro.
O campeão açoriano Henrique Benevides começou a ter problemas nos treinos cronometrados. Um furo na roda traseira da Yamaha 250F impediu que concluísse. O pior veio a seguir. Na primeira manga, depois do primeiro salto, um piloto colidiu com Benevides. Da queda resultou a deslocação de um ombro. Foi assistido pela equipa médica e não pôde voltar à corrida.
Na prova anterior do campeonato nacional, realizada em Lustosa, Benevides caiu, resultando num atraso que o impediu de ter uma melhor pontuação.
Mesmo com estes dois problemas, na classe MX2 Henrique Benevides ocupa o 7.º lugar da classificação, com 111 pontos, e na classe Elite é 19.º classificado com 23 pontos.
Melhor sorte teve Abel Carreiro, apesar do rendimento na Guarda não ter sido o melhor por ser ter ressentido da lesão contraída na corrida em São Miguel.
Com os 8.º e 7.º lugares ocupados nas duas mangas da corrida de MX2, o jovem piloto micaelense foi 7.º posicionado final na KTM 250F. 
Em termos de campeonato Abel Carreiro é o 6.º classificado, com 138 pontos, estando o 5.º posicionado, Rúben Ferreira, com 149 pontos. Lidera esta classe Diogo Graça, com 279 pontos.
Abel Carreiro não participou na corrida de Elite, que reúne os melhores das duas classes. É 20.º classificado nesta classe com 21 pontos.
Em juniores Abel Carreiro está em 3.º lugar, com 20 pontos. Antecedem-no Luís Outeiro, com 25 pontos, e Bruno Charrua, com 22 pontos.
Faltam duas provas para terminar o campeonato. A 16 de Junho em Carrazeda de Ansiães e a 23 de Junho em Alqueidão.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima