Com mais uma organização exemplar da Pauleta Azores Soccer Cup 2019

Santa Clara a melhor equipa dos Açores

O Santa Clara, em 7.º lugar, foi a melhor equipa das cinco dos Açores que participaram na sétima edição do torneio internacional de futebol infantil para praticantes até aos 13 anos de idade.
A equipa de Ponta Delgada começou por surpreender ao empatar a 1 golo com os sub 12 do Benfica. Com a vitória sobre o Vasco da Gama por 2-1, terminou em 2.º lugar o grupo “C”. 
Na segunda fase o Santa Clara perdeu, por 3-2, com o FC Porto e na terceira fase nova derrota por 3-2, agora com a selecção de Cabo Verde. Estas duas derrotas encaminharam a equipa “encarnada” para o apuramento dos 7.º e 8.º lugares. Defrontando os norte americanos de Chicago, do Raptors, golearam por 6-0.
Quem também começou por surpreender foi o Desportivo de São Roque, campeão micaelense de sub 13. Empatou a 3 golos com o Sporting. Depois perdeu por 3-1 com o  Azores Academy, dos EUA, ganhando as partidas finais ao CF Pauleta (2-1) e ao Vitória do Pico da Pedra (5-4). Foi 9.º classificado.
Em evidência estiveram as equipas da selecção de Cabo Verde, 5.º classificada, e da Azores Futebol Academy, posicionada um lugar abaixo.
As 4 melhores equipas atingiram as fases finais. Nas “meias” o Benfica derrotou o Paris St. Germain no desempate por penaltis e o Sporting ganhou ao FC Porto por 4-0.
Pela segunda vez Sporting e Benfica encontraram-se na final. Se em 2014 o Benfica levou a melhor, este ano foi o Sporting, com a vitória por 2-1. Esteve a perder por 1-0, mas conseguiu dar a volta ao marcador.
Foi a terceira vitória do Sporting em 7 edições do torneio. Mais nenhuma equipa repetiu o 1.º lugar.
O resultado mais desnivelado foi obtido pelo Benfica, com os 12-0 ao Vasco da Gama de Vila Franca.
Kevin Machado, da equipa norte americana do Azores Futebol Academy, foi eleito o melhor jogador do torneio. De ascendência brasileira, Kevin, de pequena estatura, foi grande nos jogos que efectuou. 
Mais uma vez este torneio evidenciou talentos que inseridos em equipas e em competições mais fortes podem tornar-se jogadores de renome, como alguns que já passaram pelo torneio da Escola Pauleta.
Nesta edição três jogadores terminaram com o mesmo número de golos (7): Adilson Júnior (Cabo Verde), Henrique Cabral (Vitória Pico da Pedra) e Ndjantou Quentin (Paris St. Germain). Por ser o mais novo, o troféu foi entregue ao jogador francês.
O melhor guarda-redes foi Simão Almeida, do Sporting, ficando a equipa de Cabo Verde com o troféu de equipa mais disciplinada.
A organização voltou a estar no nível mais alto, como tem habituado, e o público afluiu em grande número nos jogos que definiram as 4 primeiras posições.
Nota final para a ausência de qualquer representante da Associação de Futebol de Ponta Delgada junto da organização nos dois dias do torneio, o que sucedeu pela primeira vez.
Resultados dos jogos que ditaram a classificação final: 
11.º/12.º lugares: Vasco da Gama-CF Pualeta, 2-1.
9.º/10.º lugares: Desp. S. Roque-Vitória P. Pedra, 5-4.
7.º/8.º lugares: Santa Clara-Raptors, 6-0
5.º/6.º lugares: Cabo Verde-Azores Academy, 1-0
3.º/4.º lugares: FC Porto-Paris St. Germain 5-4 (3-3 nos 40m)
1.º/2.º lugares: Sporting-Benfica, 2-1
 

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima