Açores e Saint Martin reforçam laços de cooperação e Rui Bettencourt defende alargamento a todas as RUP

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas sublinhou ontem, na Horta, a importância de um reforço da cooperação territorial dos Açores com Saint Martin e com as restantes Regiões Ultraperiféricas da União Europeia.
 Rui Bettencourt defendeu a criação de “um espaço de cooperação entre as Regiões Ultraperiféricas no seu todo” e também “fazer com que se avance para além do que está estipulado no artigo 349.º do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia”, que reconhece os Açores e outras oito regiões da União Europeia como Regiões Ultraperiféricas, com um estatuto específico.
 “Achamos que, havendo uma cooperação articulada nas questões do mar, nas questões do turismo, nas questões da inovação, nas questões do espaço, temos a ganhar na nossa afirmação”, frisou o governante, que falava no final da visita do Presidente da Região Ultraperiférica de Saint Martin, Daniel Gibbs, actual Presidente da Conferência de Presidentes das Regiões Ultraperiféricas, aos Açores, durante a qual se deslocou às ilhas do Faial e Pico.
 Durante a visita à Escola do Mar, na Horta, o Secretário Regional referiu ainda o interesse em haver colaboração entre Saint Martin e os Açores para que jovens desta RUP possam receber formação ou estagiar nos Açores.
 Para o titular da pasta das Relações Externas, é também necessário que exista “um reconhecimento dos nossos parceiros europeus sobre a importância das Regiões Ultraperiféricas”, sublinhando que estas têm muito a dar à União Europeia.
 Por outro lado e relativamente à cooperação entre os Açores e Saint Martin, Rui Bettencourt considerou ainda que podem ser imaginadas áreas de cooperação no turismo e na protecção civil.
 “Saint Martin é uma região eminentemente turística, com um tipo de turismo muito virado para os Estados Unidos”, disse o Secretário Regional, frisando que nos Açores existe “um turismo muito rural e um turismo verde”, que pode ser complementar ao turismo de Saint Martin.
 No que diz respeito à protecção civil, salientou o facto de Saint Martin ser uma região sujeita a tempestades, enquanto que os Açores estão sujeitos a sismos, pelo que também considerou ser possível “alguma cooperação nesta área”.
 Por outro lado, ficou também a ideia e o desafio de criar um programa de mobilidade profissional para os jovens das nove Regiões Ultraperiféricas que lhes permita serem recrutados e fazerem estágios noutras regiões.
 “É neste sentido que pensamos, os Açores e Saint Martin, convencer as outras Regiões Ultraperiféricas em avançar com um programa Erasmus RUP”, adiantou Rui Bettencourt.
 Além do reforço da cooperação territorial entre as RUP e da cooperação entre os Açores e Saint Martin em algumas áreas específicas, o titular da pasta das Relações Externas destacou ainda um terceiro objectivo desta visita do Presidente Daniel Gibbs à Região, ou seja, mostrar como vivem os Açorianos, quem são, as suas dificuldades, os seus desafios e as suas potencialidades.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

x
Revista Pub açorianissima