Festas de São Pedro começam a 25 de Junho no Relvão

Cultura, música, convívio e solidariedade são os principais ingredientes para mais uma edição das Verbenas de São Pedro, de Ponta Delgada que costumam atrair ao Relvão, nome popular da Alameda Duque de Bragança, milhares de pessoas ao longo de uma semana.
As festas começam pelas 20 horas do dia 25, Terça-feira, com um desfile de motards, seguindo-se momentos musicais com Laura Santos & Fresh vini, Top Girls e Tributo aos ABBA.
No dia 26, pelas 19 horas, na sede da Junta de Freguesia, decorrerá a apresentação do livro “o Azevedo das Forças”, de João Freitas, evocando a memória de uma lendária figura micaelense. Segue-se no Relvão uma noite de Tunas, com a Estudantina, Tuna com Elas, TAUA e Tunídeos, havendo ainda espaço para um grupo de Fados.
Na Quinta-feira, dia 27, pelas 19 horas, terá lugar o festival de Danças de São Pedro e os conjuntos DIB e Knucklehead.
Para a Sexta-feira, a atracção será composta pelo Jame Goth Quinteto e ANGEL.
No dia 29 de Junho, dia de São Pedro, terá lugar o sempre esperado arraial popular, que começa pelas 17 horas com as marchas infantis dos ATL’S da Câmara de Ponta Delgada. Às 19 horas será o desfile da charanga dos Bombeiros de Ponta Delgada, seguindo-se as marchas populares da Ribeira Seca de Vila Franca do Campo, Marcha dos Amigos do Rosário da Lagoa, Marcha dos Quiridos e Marcha dos Coriscos.
No dia 30, Domingo, pelas 11 horas, no Relvão, haverá Missa Campal em honra de São Pedro, a que se segue uma cerimónia de reconhecimento público ao jovem atleta Tomás Amaral e homenagem às pessoas que foram distinguidas com o título de cidadãos honorários.
As festas encerram à noite, a partir das 20 horas, com um Festival de Música Tradicional Portuguesa, com os Grupos Domingos Rebelo, Vozes Mar do Norte, Ilha Verde e São João Baptista de Nogueira, de Braga.
Para José Leal, Presidente da Junta de São Pedro, as festas, para além de procurarem valorizar os artistas locais e ao mesmo tempo as preferências de vários grupos etários e de diferentes sensibilidades, têm a preocupação de serem um espaço e momento para diversas instituições culturais, sociais e recreativas, poderem estar presentes com as suas barraquinhas, animando a festa com os seus sabores e angariando assim alguns fundos para as suas actividades.
O Presidente da Junta de Freguesia realça o esforço da vasta equipa que torna possível mais uma edição destas festas que já fazem parte do roteiro tradicional de Ponta Delgada.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

x
Revista Pub açorianissima