Gomes Cravinho reuniu com Patrick Shanahan

Centro para a Defesa do Atlântico deve “ver a luz do dia” até final do ano, diz Ministro da Defesa em Waschington

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, espera que o Centro para a Defesa do Atlântico, que está previsto para a Base das Lajes, “veja a luz do dia antes do final do ano”.
Gomes Cravinho encontrou-se, no final da semana passada, com o Secretário da Defesa dos Estados Unidos da América, Patrick Shanahan, mas abordou a questão do novo centro numa conferência do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais, um thinktank baseado em Washington, fundado em 1962 na Universidade de Georgetown.
Nessa conferência, afirmou que a NATO está a prestar cada vez maior atenção ao espaço atlântico e que Portugal tem um papel a desempenhar.
“Vai sempre haver alguma tensão na NATO devido às origens e histórias diferentes dos países que a integram, mas, independentemente disso, há mais atenção à dimensão atlântica”, disse.
No Centro para a Defesa do Atlântico, apontou João Gomes Cravinho, Portugal quer estabelecer parcerias com os Estados Unidos, mas também com os países europeus e com países africanos. Uma das principais questões de segurança que se colocam actualmente prende-se com o aumento da pirataria marítima no Golfo da Guiné.
“Os países do Golfo da Guiné estão com grandes dificuldade em controlar as suas águas”, afirmou, referindo que 40% da pirataria está concentrada nessa zona do globo e a “percentagem está a aumentar”.
“É um grande foco de perigo para muitas trocas comerciais. Recentemente, reuni-me com o Ministro da Defesa da Guiné, que me disse: Estamos a cuidar das nossas águas, mas não podemos construir uma parede no oceano. Os países vizinhos não têm essa capacidade”, contextualizou.
Segundo João Gomes Cravinho, a atenção que a NATO está a depositar no Atlântico não se pode ficar apenas pela perspectiva militar, mas também debruçar-se sobre domínios como o Espaço.
Nesse campo, apontou o Ministro da Defesa Nacional, Portugal está a realizar investimentos nos Açores. Foi uma clara referência ao projeto de um porto espacial na ilha de Santa Maria e à recém-criada agência espacial portuguesa Portugal Space.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima