Confraria da Carne Guisada entronizada na Maia

Foi criada no passado Domingo a Confraria da Carne Guisada da Maia, em São Miguel, cuja cerimónia de entronização teve lugar na Igreja do Espírito Santo da Maia.
A Confraria da Carne Guisada da Maia teve como padrinhos os Gastrónomos dos Açores – Confraria, bem como a Confraria do Leite dos Açores, a Confraria do Chá do Porto Formoso, a Confraria do Ananás, a Confraria das Sopas, e a Academia Gastronómica e Cultural da Caça, esta de âmbito nacional.
A mais recente Confraria dos Açores pretende contribuir para a preservação e para a defesa da carne guisada da Maia que, graças aos produtos utilizados, a forma de confecção e o molho específico consegue ser diferente da restante carne guisada da Região.
A conhecida carne guisada da Maia tem o seu apogeu no dia de Pentecostes, o dia do Espírito Santo e o dos Açores, onde são servidas a título gratuito mais do que 5 mil doses a quem visita a freguesia.
A Confraria da Carne Guisada da Maia tem um traje específico com base nos valores da freguesia e da própria carne. No traje, identifica-se a cor púrpura na capa e no chapéu, a cor atribuída à carne, o vermelho e o dourado alusivo ao Espírito Santo, e na fita as cores do brasão da Maia.
No escapulário e no estandarte constam a coroa do Divino Espírito Santo, uma vez que esta Confraria comunga de princípios religiosos, contando com a contribuição do padre Rúben Sousa da Paróquia da Maia.
No final da cerimónia de entronização foram servidas as sopas do Espírito Santo e a famosa Carne Guisada da Maia aos presentes, onde constaram os membros das várias Confrarias e restantes convidados.                     

C.D.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

x
Revista Pub açorianissima