30 de junho de 2019

Mare Nostrum

O melhor peixe do mundo ao nosso alcance

Se o leitor estiver atento nos supermercados, verificará que a maioria dos alimentos frescos, como os iogurtes ou a manteiga, estão conservados em frigoríficos, mas já no caso do peixe fresco, dadas as suas características muito próprias e a sua elevada perecibilidade, é usado o gelo.  De facto, o gelo tem propriedades que tornaram o seu uso generalizado e, mesmo, imprescindível para a conservação do peixe. Ora vejamos:
 1 - O gelo arrefece rapidamente o peixe (retira rapidamente o calor ao peixe) mantendo-o a uma temperatura constante de 0ºC.
2 -O gelo realça as cores e o brilho do peixe, ao mesmo tempo que evita a sua desidratação à superfície, isto é, não fica seco, o que pode acontecer, rapidamente, se o colocarmos no frigorífico, sem gelo;
3- A água de fusão, ou seja, o gelo que vai lentamente derretendo, pode ter um efeito de “lavagem” do peixe, já que pode arrastar bactérias menos boas que se vão acumulando à sua superfície. 
 4 - O gelo é fácil de transportar e o seu fabrico é simples e barato - afinal só é preciso mudar a água (potável ou do mar - desde que esteja limpa) do estado líquido para o estado sólido.
O uso de gelo, constitui, deste modo, uma prática essencial, desde que o peixe é capturado, ou seja, ainda a bordo, e até ao momento em que o mesmo é adquirido pelo consumidor. 
Pescar nos mares, ainda, relativamente despoluídos, profundos e cristalinos dos Açores, não basta, pois, para termos o melhor peixe do mundo. É na forma cuidada como o peixe deve ser conservado, manipulado e transportado até ao primeiro estabelecimento em terra, e, depois, até ao consumidor final, que reside o segredo da sua qualidade!
Por isso, nunca é demais sensibilizar e apelar a todos os intervenientes do setor, pescadores, comerciantes, e industriais, para a importância de cuidarmos cada vez mais e melhor do nosso peixe.
 Finalmente, o progresso do setor, depende, sobretudo, do sucesso de um plano adequado e transversal a toda a fileira do pescado e que vise, precisamente, melhorar as práticas de conservação e de manipulação do peixe entre nós. 
 
Médica veterinária
*anacbastosgomes@gmail.com

Print

Categorias: Opinião

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima