Grande Prémio da Terceira de Ciclismo

O grande desafio de Tiago Furna

O corredor micaelense Tiago Furna tem no Grande Prémio da Ilha Terceira de ciclismo, que hoje começa, um grande desafio frente ao madeirense Ricardo Abreu, vencedor da edição do ano passado, e ao continental Pedro Mendes, que no início do mês de Junho venceu as Voltas às Ilhas do Faial e do Pico.
Tiago Furna ficou um lugar atrás dos dois ciclistas. Perdeu a corrida de 2018 por 2.19 minutos para Rui Abreu, que vem à Terceira em representação do Município de Porto Moniz/Clube Naval do Seixal, e perdeu para Pedro Mendes, da Vulcal/Centro do Ciclismo do Centro, por 7 segundos, a prova que teve lugar nas ilhas do Faial e do Pico.
Este ano a representar o clube terceirense do Fontinhas Activa/Promotora, depois de ter saído do Atlético de São Pedro, Furna tem uma equipa forte que o pode ajudar na conquista do 1.º lugar. Porém, tendo como colega de equipa Lucas Mendonça, o recente campeão de Portugal de contra relógio de Elites Amadoras, a aposta na conquista da corrida pode recair em qualquer um deles. Tudo dependerá da classificação que obtiverem na etapa que principia pelas 17h00 de hoje, que liga as Fontinhas à Serra do Cume, com 62,5 km de extensão.
José Afonso, vice campeão nacional de Master 50, será outro corredor que pode ter uma palavra a dizer na luta que o Fontinhas Activa irá travar com Ricardo Abreu, com Marco Vieira, 3.º classificado em 2018 e também da equipa madeirense, com Pedro Mendes, e com Nelson Toste, agora na Azores Skoda Cycling e que foi 4.º em 2018 com a camisola do Fontinhas, a 3.01 minutos do vencedor.
Sem Luis Cabral inscrito, o sub 23 João Pedro Medeiros irá, igualmente, intrometer-se na luta pelo triunfo. O ciclista micaelense da Bike Mais está integrado na equipa do Juventude Lajense/Terauto, pelo que pode ser uma ajuda importante para obter uma classificação de acordo com a boa época que tem vindo a realizar, tendo sido 35.º no “nacional” de sub 23.
O faialense José Nogueira é outro nome a ser incluído no lote que procurará classificar-se nos lugares do pódio, o mesmo acontecendo com Délio Melo.
São 67 corredores inscritos de 11 equipas, sendo três (Azores Skoda Cycling, Clube Desportivo Operário Lagoa e Segmento Bike Team/GD S. Vicente Ferreira) da ilha de São Miguel.
O Fontinhas Activa/Promotora apresenta 16 corredores, o Juventude Lajense/Terauto 10 e com 5 atletas a Azores Skoda Cycling, o Desportivo da Feteira e o Ribeirinha Activa/Ourivesaria Olimpo, ambas do Faial. A turma madeirense do Município do Porto Moniz/Clube Naval do Seixal leva 4 ciclistas, sendo 3 do Clube Desportivo Operário e do Segmento Bike Team. Finalmente 2 corredores pertencem ao Centro de Ciclismo do Centro, equipa de Coimbra.
Pelos diversos escalões apresentam-se à partida 15 da categoria Elite: 13 Master 40; 9 Master 30; 8 sub 23; 8 Master 50, 6 cadetes, 5 juniores e 3 femininas.
Amanhã, a partir das 11h00, disputa-se a 2.ª etapa, com 105 km, entre Angra e Angra e no Domingo, com arranque às 10h00, a tirada final, com 66 km, entre a Praia da Vitória e a Serra de Santa Bárbara.
Recorde-se que há um ano o Grande Prémio da Ilha Terceira só teve duas etapas. Um atraso no voo de Ponta Delgada para as Lajes, que transportava muitos corredores, inviabilizou a realização da 1.ª etapa.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima