Mais uma alteração na Play/AutoAçoreana

Diogo Gago rende Bernardo Sousa

Bernardo Sousa acusou positivo no controlo antidoping realizado após a vitória no Rali Ilha Azul, que teve lugar em Maio na ilha do Faial e que pontuou para o Campeonato de dos Açores de Ralis.
Foi o próprio piloto madeirense a anunciar a situação, presentemente nas mãos dos membros do Conselho de Disciplinar da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) que decidirão a sanção que Bernardo Sousa terá de cumprir.
“Venho por este meio comunicar que fui recentemente notificado pela FPAK de um resultado positivo num controlo antidoping no âmbito da minha actividade automobilística”, escreveu o piloto, numa publicação na sua página oficial na rede social Facebook.
Devido a este processo, o campeão nacional em 2010 decidiu deixar a equipa de Ponta Delgada.
 “Por motivos relacionados com dificuldades respiratórias, utilizei um medicamento inalável que melhora a actividade brônquica e pulmonar. Reconheço, agora, que o terei feito, inadvertidamente, em doses supra terapêuticas, que redundaram num controlo positivo”, diferenciou.
Bernardo Sousa entrara na Play/AutoAçoreana Racing em Março de 2018 rendendo Ruben Rodrigues. A aposta no título regional não foi conseguida. Terminou em 3.º lugar e foi protagonista de um episódio no rali da ilha do Pico que resultou num acidente que prejudicou também Luís Miguel Rego. A Play ficou impedida de correr a última prova do campeonato, realizado na ilha de São Miguel, mas apresentou no rali Lotus o espanhol Pepe Lopez no lugar de Bernardo Sousa.
Após o 3.º lugar entre os concorrentes que pontuaram no Azores Rallye, Bernardo Sousa ao vencer os ralis Sical, na Terceira, e Ilha Azul, no Faial, comanda o campeonato dos Açores deste ano com 72,37 pontos, seguido de Ruben Rodrigues, com 51, e do campeão em título Luís Miguel Rego, com 43,92 pontos.
A aposta em Diogo Gago, com 27 anos de idade, visa a possibilidade de nos 4 ralis em falta a Play/AutoAçoreana alcançar as vitórias indispensáveis para ainda terminar em 1.º lugar. Gago vai a ter ao lado o madeirense Vitor Calado, que continua na equipa.
A aposta da equipa micaelense foi num jovem piloto com várias vitórias desde 2012, altura em que se sagrou vice-campeão nacional de juniores e campeão nacional Open Ralis 2 Rodas Motrizes (2RM). Em 2015 participou no Campeonato da Europa de Ralis, como prémio pela vitória alcançada em 2014 no Campeonato Júnior da Peugeot 208 Rally Cup. Foi ainda vice campeão e campeão em França. Em 2016 foi campeão de Portugal das 2RM e no ano passado vice-campeão da 208 Rallye Cup Ibérica. Este ano não participou no Azores Rallye, mas no ano passado venceu as 2RM na prova micaelense, que lhe mereceu um louvor da Câmara de São Brás de Alportel.
A Play/AutoAçoreana anunciou que deve retomar em 2020 a inclusão na equipa de um piloto açoriano.

 

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima