Deve haver mais participação voluntária dos nossos jovens, diz líder da JSD-Açores

O presidente da JSD/Açores defendeu ontem “uma maior participação voluntária da juventude do arquipélago em trabalho voluntário, que lhe dará uma nova visão da comunidade, com participação integral na mesma e um ganho de competências que será sempre útil nas suas atividades futuras”, disse.
 Flávio Soares falava na sequência de uma visita à Delegação de Angra do Heroísmo da Cruz Vermelha Portuguesa, “uma instituição dinâmica, que definiu uma estratégia e áreas de atuação de forma a continuar a fazer aquilo a que sempre se propôs: servir as populações”, avançou.
 O dirigente, que na visita foi acompanhado pela candidata indicada pela JSD/Açores à República, Vitória Silva, e pela vice-presidente do PSD/Terceira, Mónica Seidi, ficou a conhecer “um trabalho que se baseia na complementaridade com outras instituições, que até terão missões semelhantes, mas visando projetos na área da Saúde que merecem toda a nossa atenção”, referiu.
“Para que essas ações se tornem cada vez mais efetivas, são precisos mais voluntários. E penso que os jovens açorianos estão imbuídos desse espírito solidário, pelo que fica o apelo a que se juntem a esta e a outras instituições”, disse Flávio Soares.
 “Com o exemplo da Cruz Vermelha, e da sua delegação em Angra do Heroísmo, podemos apontar um caminho de crescimento nas atividades beneméritas da nossa juventude, e essa é uma realidade que naturalmente defendemos”, concluiu.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

x
Revista Pub açorianissima