Hospital do Divino Espírito Santo cria jardim hospitalar terapêutico para prevenir doenças do foro psicológico dos profissionais de saúde

O Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada vai criar um jardim para profissionais de saúde e doentes partilharem o espaço em momentos de convívio.
 De acordo com uma nota de imprensa, “o hospital dá conta de que as profissões no sector da saúde estão sujeitas a uma enorme pressão diária e a elevados níveis de stress, sobretudo em contexto hospitalar.  Esta exposição constante dos profissionais hospitalares leva frequentemente a problemas do foro psicológico como altos níveis de ansiedade, sintomatologia depressiva e síndrome de burnout. Por isso, é que o projeto HDES GREEN nasceu como parte da estratégia alargada de prevenção de stress na comunidade hospitalar do Hospital do Divino Espírito Santo (HDES), inspirando-se em exemplos semelhantes em hospitais Britânicos e Norte-Americanos”.
O HDES Green de acordo com informação disponibilizada teve a sua génese com a comissão hospitalar para práticas naturais e integrativas que sonhou algo diferente que promovesse a saúde e o bem estar entre os colaboradores do hospital.
O Projecto, pioneiro nos Açores, de acordo com a mesma fonte, é liderado por profissionais de saúde e consiste em criar um jardim terapêutico no hospital. Neste jardim será possível usufruir de uma área de convívio ou trabalho em contexto informal para pequenos grupos, e mais importante ainda: será possível cultivar, cheirar e tocar diversas plantas e flores, uma actividade que é comprovadamente benéfica para a saúde e bem-estar do ser humano. Além dos profissionais de saúde, está prevista a possibilidade de usufruto do espaço por utentes referenciados pelos diversos serviços hospitalares. Para quem é utente do hospital, o verde das plantas e as cores das flores trarão relaxamento e beleza aos dias cinzentos em que estão menos bem, é referido na mesma nota.
Sublinhe-se que “a Horticultura Social e Terapêutica tem sido utilizada para atingir objectivos a nível físico, benefícios sociais e psicológicos para vários grupos de pessoas, como por exemplo doentes com problemas de saúde mental, dificuldades de aprendizagem, deficiência, sobreviventes de AVC, toxicodependência, demências, ou outros”.
Amanhã, sexta-feira, vai haver uma  primeira visita guiada ao projecto, que contará com a presença da Secretária Regional da Saúde, será levada a cabo no próprio jardim (ao redor do exterior da capela do HDES), onde se encontram já canteiros elevados, pérgolas e plantas para encher de energia e cor quem diariamente lida com momentos cinzentos, é referido pelo gabinete de imprensa.
O jardim, seus materiais e plantas foram adquiridos através de crowdfunding, voluntariado e doações – um exemplo vivo de como nos podemos unir para uma causa maior. Estamos certos que ver este projeto erguido será uma inspiração para todos, remata a mesma fonte.

N.C.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima