20 de agosto de 2019

Reforçado abastecimento de água à lavoura no Nordeste

 O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou ontem, no Nordeste, em São Miguel, que o Governo dos Açores promove a coesão regional ao investir na modernização das infra-estruturas agrícolas em todo o arquipélago.  João Ponte falava na assinatura da consignação da construção do sistema de abastecimento de água agrícola de São Pedro Nordestinho.
“Com este investimento o Governo Regional comprova que também está a investir nas localidades mais afastadas e não apenas nas grandes bacias leiteiras”, salientou. 
A construção do sistema de abastecimento de água agrícola de São Pedro Nordestinho, no Perímetro de Ordenamento Agrário do Nordeste, representa um investimento de 165 mil euros, que vai permitir reforçar em 860 metros cúbicos a água disponibilizada para o sector agrícola, numa freguesia que dispõe actualmente de 200 metros cúbicos de água.
 Com esta obra serão beneficiadas mais de três dezenas de explorações, numa área de 350 hectares, facilitando a vida diária dos agricultores e contribuindo para uma melhor rendibilidade e qualidade do produto agrícola.
 Numa fase em que está a ser preparado o Plano de Investimentos para 2020, João Ponte garantiu que o conjunto de solicitações relativas a infraestruturas agrícolas que têm vindo a ser feitas quer pelos agricultores, quer pelas suas organizações representativas, será tido em conta na definição das prioridades para as próximas intervenções.
 “O Nordeste não ficará esquecido. Existe um conjunto de requalificações ao nível das acessibilidades que vão avançar no próximo ano”, afirmou João Ponte, apontando como exemplos os caminhos florestais da Achadinha, Grotas, Areeiro, Lomba do Rei e Feteira Pequena, que representam um investimento de meio milhão de euros, com uma extensão de 7,2 quilómetros.
 O Secretário Regional frisou, no entanto, que a responsabilidade pela manutenção e pela melhoria quer dos caminhos, quer do abastecimento de água, não é uma responsabilidade exclusiva do Governo dos Açores, salientando que os municípios também têm responsabilidades.
 “Não se pode olhar hoje para a agricultura e pensar que todos os caminhos de acesso às explorações agrícolas integram a rede regional, porque isso não corresponde à realidade. Por outro lado, ao nível do abastecimento de água, em muitas situações são os municípios que detêm as fontes de abastecimento”, referiu João Ponte.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima