24 de agosto de 2019

Do Meu Olhar

Nótulas de verão

1. Com esta chuva e este mormaço  ninguém consegue sair de casa  !  Era previsto a partir de agora o tempo melhorar ! Mas falar do tempo é demasiado  trivial , e só  se recorre a esta artimanha quando não há assunto para preencher o tempo ! 
Falemos então da saída do padre Oniel Ramiro , que foi pároco de Ponta Garça e Ribeira das Tainhas , que a Obra de Maria  enviou do Brasil há cinco anos  para serviço missionário naquelas duas paróquias da Ouvidoria de Vila Franca do Campo . Mas porquê falar desta saída ?  Em primeiro lugar porque o povo manifestou grande tristeza e desgosto pela sua saída , como raramente se vê nas nossas Igrejas , em segundo lugar porque a sua despedida foi um emotivo momento de realce das suas qualidades humanas e de pastor  e  em terceiro lugar porque o padre Oniel , como já se leu na nossa imprensa , foi um exemplo a seguir por esta nossa Diocese !
 Na verdade, este sacerdote foi aqui um verdadeiro missionário , um pastor junto das suas ovelhas , desprendido , dedicado a tempo inteiro e a todo o tempo, simples e humilde como um verdadeiro discípulo de Cristo , sabendo ouvir e escutar  com serenidade e com ponderação , a sua palavra serena e iluminada sossegava o coração dos fiéis ! Eis porque mostraram tão grande mágoa quando ele regressou à Congregação no Brasil , sua terra natal . E porque a Igreja Açoriana precisa destes exemplos como pão para a boca , achei oportuno transcrever aqui a parte final da Nota que Santos Narciso escreveu no AE. a este respeito , com a qual estou plenamente de acordo e oxalá a Diocese tenha isso em conta :  “  E é disso que a Igreja dos Açores precisa, mais do que tudo  e de todas as formações :  sinais de desprendimento , de simplicidade , de alegria e de proximidade . O melhor caminho sinodal é este .  Obrigado Padre Oniel “ .

 2.  Já que estamos na água benta , há dias visitei duas Igrejas das proximidades da cidade , a de São Roque porque promoveu um interessante concerto integrado nas festividades do seu padroeiro e  a da Fajã de Baixo por ocasião da celebração da missa de Sétimo dia em memória da falecida e extremosa esposa de Gustavo Moura . Qualquer um daqueles templos foram renovados com todo o cuidado e respeito pelo sagrado e pelo património que herdaram aquelas duas comunidades . Ali há sobriedade , harmonia e gosto pelo ambiente sagrado sem se notar nenhuma atrocidade na remodelação e na conservação, que é um gosto ver e apreciar , cada uma com a sua singularidade própria , ao contrário de outras Igrejas onde foram cometidas algumas barbaridades e exageros que a hierarquia deixou passar , apesar da existência de  Comissões ,  Grupos e Conselhos pastorais e da economia eclesial !

3.  Fui surpreendido com as notícias que pareceram eleiçoeiras ,  resultantes de tarefas entregues , nesta época estival , ao ex-autarca e atual Secretário Regional da Agricultura que percorreu pastagens , caminhos e outros acessos , exceto  veredas e atalhos , não tendo desta vez plantado nenhuma criptoméria ou endémica ! 
 No Nordestinho , a uma dúzia de lavradores , prometeu  reforçar o abastecimento de água para o gado quando a água na zona é escassa e , por isso , regrada para consumo da própria população ! Será uma nascente na vertente do Pico da Vara que vai custar os olhos da cara ( do Orçamento Regional ) para a trazer para junto das pastagens  ?  Sabe -se que custará à volta de 200 mil euros !  Ai as prioridades , ai as eleições, ai as promessas partidárias ! Nas Sete Cidades parece que o arranjo do caminho dos Arrebentões  ultrapassará o meio milhão de euros !  E a conservação dos caminhos existentes ?  E as drenagens ? E os pavimentos ? E a manutenção destas vias  ?  É bom não esquecer que primeiro de Agosto é primeiro de Inverno !

 4. Hoje em dia  fala-se muito em idosos e em terceira idade ! O nome mais pomposo fica apenas para a conhecida Universidade Sénior ! Velhos são os trapos e ninguém gosta de ser tratado assim , como seja uma pessoa pertencente a uma terceira, quarta ou quinta idade ! Aliás, para quem lida mais com esta realidade, sabe ou devia saber que estes conceitos mudam , como mudam as gerações e o progresso resultante da modernidade ! Mas às vezes não chegam às Instituições , às Autarquias nem às demais Entidades e daí a falta de respeito de que se queixam os mais velhos, que só são sabedoria, bibliotecas vivas e fonte de experiência  comprovada  , quando há interesse momentâneo  e fútil !
  A este propósito, chamou-me a atenção , pessoa amiga , e com razão , para o facto de ser estampado o termo   “ Terceira Idade  “ , nos bilhetes e cartões para se poder viajar de autocarro, incluindo as bertinhas  ! Tal e qual , ao bom estilo das atuais e modernas discriminações  ! Sabe-se que tudo mudou ( menos as burocracias ) e o que era sessenta hoje é setenta , o que era setenta já hoje felizmente é oitenta,  e por aí adiante ! A qualidade de vida, as novas tecnologias, os novos estilos de vida , a medicina , a alimentação , a cultura, a atividade física , tudo isso contribuiu para a mudança e para o progresso !  O que é preciso agora é simplesmente respeito !  Sim, respeito !

                                                       

Verão de 2019

 
 

Print

Categorias: Opinião

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima