Cargueiro Antonov transportou equipamento para reparar avião da Delta em Ponta Delgada

 Uma equipa de técnicos da Delta Airlines estava ontem à tarde atarefada em redor de um dos motores do avião 757-251que, no passado dia 18 de Agosto, realizou um ‘hard alnding’ (aterragem violenta) no aeroporto de Ponta Delgada.
Entretanto, chegou ao princípio da tarde de ontem ao aeroporto de Ponta Delgada um avião cargeiro Antonov da companhia aérea Volga-Dnepr Airlines, num voo desde Atlanta, nos Estados Unidos.
O Antonov que aterrou ontem em Ponta Delgada é um dos maiores aviões de carga civil, preparado para transportar, com os seus quatro motores, carga de grandes dimensões e muito pesada.
Entre as características especiais do Antonov estão duas portas de entrada e saída da carga com rampas de carregamento.
 O avião 757-251 que, no dia 18 de Agosto (há dez dias), fazia o voo DL 414 de ligação entre nova Iorque e Ponta Delgada, aterrou de forma violenta no aeroporto João Paulo II, verificando-se à posteriori que apresentava danos no trem de aterragem e na fuselagem, o que levou ao cancelamento do seu regresso a Nova Iorque.
O avião da Delta esteve alguns dias estacionado na placa Sul do aeroporto de Ponta Delgada e ontem encontrava-se já junto à antiga aerogare do aeroporto, onde decorrem os trabalhos de reparação dos dados provocados pela aterragem. 
A Delta Air Lines  teve oportunidade de mostrar todo o seu profissionalismo no tratamento dos passageiros afectados por este incidente que foram acomodados uma noite em Ponta Delgada e encaminhado para os seus destinos em voos alternativos no dia seguinte. A companhia aérea norte-americana revelou ainda que os passageiros afectados por este incidente foram integrados em voos alternativos no dia seguinte.
A aeronave Boeing 757-251 (WL) está ao serviço da Delta desde Outubro de 2009, tendo já 23 anos. 
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima