Francisco Paquete, gerente comercial da empresa

Fábrica de Aperitivos Pérola da Ilha aumentou as exportações e tem já um armazém na ilha Terceira

Francisco Valdemar do Rego Sousa Paquete, de 53 anos de idade, faz de tudo um pouco, tal como os restantes colaboradores, mas é também o responsável comercial.
“A empresa está saudável. Não pensamos muito nas dificuldades, damos mais importância ao trabalho e ao esforço que temos de fazer, para possibilitar o surgimento de coisas novas ou pensar doutra forma, para podermos alcançar aquilo que o cliente mais quer e essa maneira diferente de pensar, passa também pela concepção das embalagens, na divulgação dos produtos, dando muito importância ao poder da informação e da publicidade, que no mundo actual conta também, e muito, com as redes sociais”.
A empresa labora com 17 empenhados colaboradores e outros dois na ilha Terceira, já que a Fábrica de Aperitivos Pérola da Ilha, Lda., tem um armazém naquela ilha.

Manter a qualidade da gama existente

A Fábrica de Aperitivos Pérola da Ilha, Lda., exporta para as ilhas, continente, Canadá e Estados Unidos da América, sempre com um forte lema: “Manter a qualidade da gama existente”.
“Pensamos sempre fazer produtos novos, mas às vezes o esforço não compensa, porque não vinga no mercado e isso acarreta gastos, e é complicado ao nível das análises, da concepção do próprio produto ou das embalagens. Posso dizer que chegamos a experimentar alguns produtos dietéticos, como rissóis vegetarianos ou pizzas, mas aderência não foi tão grande como a solicitação”.

Sortido de aperitivos no topo das vendas

A Fábrica de Aperitivos Pérola da Ilha, Lda., disponibiliza uma panóplia gama de aperitivos, doces, congelados e produtos naturais. 
Na Gama de Aperitivos surgem os amendoins de alho, amendoins com casca, amendoins com piripiri, amendoins com sal, batata frita rodelas, cajú com sal, fava frita, grão-de-bico, milho barbecue, palitos de queijo, pevides com casca, pevides sem casca, pistácio torrado, tirinhas de milho, tremoço com sal e o sortido de aperitivos, topo de vendas.
Na gama dos doces, a Fábrica de Aperitivos Pérola da Ilha, Lda., é a única empresa a fabricar amêndoas na Região, destacando-se os confeites de funcho, mas não só, surgindo também as gomas mix, as amêndoas chocolate de leite, as amêndoas sobremesas, entre muitas outras.
A gama de congelados, disponibiliza os croquetes de carne, empadas de bacalhau, bacalhau de natas, lasanha de carne, pizza de chouriço, pissa de cogumelos, rissóis de atum e muitas outras iguarias.
A gama natural presenteia-nos com nozes com casca, passa de uva sem grainha, semente de abóbora, ameixa seca sem caroço, amendoim cru com pele, miolo de amêndoa, figos turcos e muto mais.
Para além de gerente da Fábrica de Aperitivos Pérola da Ilha, Lda., Francisco Paquete é ainda membro do Rancho de Romeiros da Fajã de Cima e do grupo coral da Igreja de Nossa Senhora da Oliveira. Já foi músico e Presidente da Banda Filarmónica Lira Nossa Senhora da Oliveira e gosta, deste modo, de se envolver, naquilo que acha que é “capaz de contribuir com algo de positivo para a Fajã de Cima, desde que “tenha tempo”. 
Releve-se ainda, que os produtos da Fábrica de Aperitivos Pérola da Ilha, Lda., está presente em todas as grandes, médias e pequenas superfícies comerciais do Arquipélago.

De Zélia Poim a Pérola da Ilha…

No início dos anos 60, Zélia e António Poim, trabalhavam para a firma Pereira & Pereira. Zélia Poim começou por ocupar o cargo de cozinheira, vindo a exercer mais tarde as funções de empregada de caixa. António Poim, por sua vez, era electricista daquela empresa.
Entretanto, enquanto empregada de caixa, Zélia Poim já fornecia à empresa Pereira & Pereira, alguns produtos de agricultura de subsistência, tais como salsa, agrião, alface e até flores cultivadas por si. Algum tempo depois começou a confeccionar doçaria em casa, como amendoim com açúcar e a amêndoa sobremesa, ambas feitas de forma artesanal numa pequena panela, mas não só, pois também produzia produtos fritos como o grão-de-bico, batata frita e fava frita, empacotando-os em pequenos embrulhos de plásticos selados com fita adesiva e sem personalização.
Depois, compraram à firma Pereira & Pereira os seus primeiros equipamentos (balança, fritadeira e alguns tabuleiros em inox), que eram necessários para a produção de aperitivos, dando início à sua pequena empresa na Fajã de Cima, na altura denominada Zélia Poim.
A recém-criada empresa foi pioneira no fabrico de aperitivos, notando-se a adesão do mercado. Com a crescente procura e aumento de volume de vendas, a empresa teve de investir em novos equipamentos e produtos, tais como a produção de amêndoas.
No início dos anos 90, a empresa Zélia Poim mudou de denominação, passando desta forma a ser conhecida como Fábrica de Aperitivos Pérola da Ilha, Lda.
Desde então, e já com um mercado fiel à qualidade da sua oferta, a fábrica tem demonstrado um progressivo crescimento e investimento em novos produtos, como o caso de produtos congelados e empacotamento de produtos importados como gomas e amêndoas de chocolate.
Actualmente, a Fabrica de Aperitivos Pérola da Ilha, Lda., conta com uma estrutura física de 1550m2 e emprega 17 colaboradores, repartidos pelas áreas dos aperitivos, congelados e distribuição, contando ainda com um armazém na ilha Terceira com outros dois colaboradores.

 

Print

Categorias: Regional

Tags:

x
Revista Pub açorianissima