João Henriques sobre a possibilidade da saída de jogadores do Santa Clara

“As horas vão passando e as possibilidades vão diminuindo”

O fecho das inscrições de jogadores na maioria dos países para competirem nas provas profissionais termina segunda-feira. Na equipa do Santa Clara o ambiente mantém-se calmo em relação aos jogadores que durante meses foram alvo de interesse de outros clubes.
Patrick, Fábio Cardoso, Rashid e Guilherme foram os mais falados. Até ontem não havia notícias de que a saída ia acontecer. Para gáudio da equipa, da equipa técnica, dos adeptos e até da própria administração, que pode não arrecadar alguns milhares de euros agora, mas pode ganhar créditos com as exibições dos atletas e créditos desportivos com repercussões positivas no futuro.
Pelo menos até ao final do mês de Dezembro e após estarem disputadas 14 jornadas da 1.ª Liga, duas eliminatórias da Taça de Portugal e três jogos da fase de grupos da Allianz Cup, não haverá este problema.
Sendo um tema candente, ocupou grande parte da conversa que ontem o treinador João Henriques teve com os jornalistas na sala de imprensa do estádio de São Miguel. 

Como até ao lavar dos cestos é vindima, pode acontecer alguma surpresa no que se refere a saídas e a entradas de jogadores até segunda-feira? 
Como tenho dito sempre, até o mercado fechar estamos sempre abertos e preparados para qualquer surpresa. Agora, conforme as horas vão passando também as possibilidades vão diminuindo para que haja entradas e saídas de jogadores.
Estamos satisfeitos com o que temos e os jogadores que temos dão-nos garantias para fazer uma boa época. Obviamente se aparecer algo que faça com que o clube tire proveito do trabalho efectuado anteriormente, cá estaremos para esta situação e havemos de colmatar esta eventual saída.
Se saírem jogadores já utilizados pelo clube até segunda-feira e já com o mercado fechado, como vai reagir o Santa Clara?
Há algumas regras que os clubes votam favoravelmente e que acabam por prejudicá-los. São os próprios clubes culpados pelo que aprovam.
Se jogadores já utilizados pelo clube saírem até segunda-feira, esta vaga fica aberta para irmos buscar alguém. Só podemos ir buscar alguém para lugares de jogadores que não têm sido utilizados nos clubes onde estão. Ora os jogadores mais apetecíveis são os que estão a jogar. Nós sabemos disso e por isso estamos de pés e mãos atados relativamente a eventuais saídas. 
Nesta altura temos 27 jogadores e qualquer um deles desempenhando as suas funções. Neste momento os que consideramos jogadores chave da equipa são os mais utilizados. É assim em relação às primeiras jornadas.
Na época passada, por diversas formas, respondemos a isso de uma forma bem diferente. Fomos descobrindo jogadores dentro do plantel que foram colmatando ausências ora por selecções, ora por lesões e a equipa manteve-se sempre estável.
Agora esperamos que nada disso aconteça e que não diminua nem um bocadinho as opções que temos. 
Como já disse é injusto o que se passa com o fecho das inscrições um mês depois de a época começar. Vamos completar agora 4 jornadas e só depois é que vai fechar o mercado. Quem tem poderio financeiro vai até ao último minuto buscar jogadores com a maior das facilidades.
Que interpretação tem sobre o facto de, pelo menos, 4 jogadores serem muito falados para saírem e só ter saído o Kaio, que até não figurava no lote?
O comentário é esse mesmo. Por exemplo podíamos estar a falar aqui do Bruno Fernandes que anda a ser falado já há muito tempo que vai sair, vai sair, que iria deixar o nosso campeonato e ainda está no Sporting.
O mercado vai trazendo algumas surpresas. Uns eram para sair e não saíram e outros que não eram para sair lá foram. Isso vai até à última!
Zanusi foi falado para o Académico de Viseu. Vai dar o aval à saída?
O Zanusi é um jogador do clube e esta dentro do nosso grupo. Estamos muito satisfeitos com ele. É um jogador que tem um potencial incrível e nós estamos preparados para dar ao Zanusi aquilo que ele precisa para o clube tirar dividendos no futuro dele.
Há 24 horas tivemos aqui na sala de imprensa o Lincoln. Falou do passado e não tem uma explicação para o eclipse que teve na carreira depois de tanto prometer. Pode no Santa Clara voltar a ser um jogador de grande qualidade e ser uma dos destaques do campeonato?
A Administração e a equipa técnica do Santa Clara e, por sua vez, os jogadores, já demonstraram que potenciam os activos. Esse é o nosso desejo. 
Não tenho dúvidas nenhumas que o Lincoln com o talento que tem, com a idade que tem, com o ambiente que encontrou aqui  e com muito trabalho que é preciso, vai ser um jogador que vamos ouvir falar muito bem porque vai ser uma das revelações deste campeonato.
Há bocado falávamos do Zanusi. É outro jogador que tem idade e talento neste plantel para nesta época se evidenciar. É sempre este um dos objectivos do Santa Clara: potenciar estes activos para depois tirar os dividendos.

QUATRO NAS SELECÇÕES

São 4 os jogadores do Santa Clara que vão estar ao serviço das selecções dos respectivos países. Dois têm jogado com regularidade, um já o fez e o outro não tem sido convocado.
Com regularidade é o “capitão” da equipa Osama Rashid. Está convocado para a selecção do Iraque que a 5 de Setembro defronta o Bahrein para a fase de apuramento dos países do Médio Oriente que vão estar no Mundial de 2022 no Qatar.
O lateral esquerdo Mamadu Candé, que a 28 de Agosto fez 28 anos de idade, vai jogar pela Guiné Bissau nos jogos de 2 e de 10 de Setembro com São Tomé e Príncipe, para a qualificação africana para o campeonato do Mundo. 
O avançado Denis Pineda estará ao serviço de El Salvador, o seu país, nos jogos com Santa Lúcia e com a República Dominicana, respectivamente a 8 e a 10 de Setembro. O objectivo é o mesmo. Qualificação para o “mundial”, mas na zona da CONCACAF (Américas Central, do Norte e Caribe).
Para a mesma zona, Alfredo Stephens jogará pelo Panamá com a selecção da Bermuda. Os jogos são a 5 de Setembro em Hamilton, capital da ilha onde residem muitos açorianos, e a 9 de Setembro o jogo com a Bermuda é no Panamá.

Print

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima