Cultura e gastronomia açorianas com um pavilhão próprio na Festa do Avante durante três dias

Os comunistas açorianos participam na Festa do Avante deste ano com um pavilhão próprio no qual estarão em destaque aspectos da cultura e em especial da gastronomia dos Açores.
“Temos procurado levar a este grande evento politico-cultural uma imagem da luta dos comunistas açorianos”, refere um comunicado do partido.
A Festa arranca na próxima sexta-feira, dia 6 de setembro e estende-se até dia 8, no Seixal.
É “a maior iniciativa político-cultural, que afirma e valoriza a cultura e gastronomia portuguesa”, refere a nota.
A Festa do Avante costuma contar com a presença de uma representação açoriana, com um pavilhão intitulado “Açores”.
Nesse mesmo pavilhão, de inteira responsabilidade da Organização Regional dos Açores do PCP, estarão produtos regionais, artesanato, gastronomia e cultura açoriana.
Os visitantes do pavilhão Açores terão acesso ao tradicional “bolo lêvedo”, aos chás da Gorreana, à pimenta regional, aos vinhos e licores regionais, ao ananás, à doçaria. Também às conservas de atum Santa Catarina e aos vários tipos de queijos de quase todas as ilhas açorianas, em destaque para o queijo de São Jorge.
O Pavilhão açoriano integra um espaço Restaurante/Bar com esplanada, um Espaço de Produtos Regionais e um Espaço de Artesanato.
A ementa do Restaurante/Bar “apresenta exclusivamente a gastronomia açoriana e é composta pelos seguintes pratos: morcela com ananás; polvo à açoriana; caldo de peixe à açoriana e ananás”.
No Espaço de Artesanato e Artigos Regionais, os visitantes podem comprar produtos como artigos de basalto; trabalhos em escama de peixe; sacos de pano e jogos tradicionais feitos em pedra.
Também poderão adquirir queijos de São Jorge, Terceira, Pico, São Miguel, Graciosa e Faial; queijadas da Graciosa; queijadas de Vila Franca, Donas Amélias da Terceira; Massa Sovada e Bolos Lêvedos.
Haverá também licores da Ribeira Grande “Mulher do Capote” e aguardentes do Pico; Angelica e vinho verdelho “Lagido” do Pico (vinhos licorosos); vinho de cheiro “Cavaco”; Terras de Lava; Bassalto e Faria’s.
No Pavilhão “Açores” também “haverá uma componente politica e cultural, através de elementos decorativos e momentos alusivos a vários temas centrais: -eleições legislativas 2019; -avanços no plano e orçamento regional com a marca do PCP; e, -reivindicações e lutas do povo açoriano pelo direito a mobilidade, à saúde e defesa da produção regional”.
Por fim, “Um perigoso leitor de jornais”, livro escrito pelo açoriano Carlos Tomé, será apresentado na Festa do Avante dia 6 de Setembro, pelas 21h00.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

x
Revista Pub açorianissima