“A História da Lagoa” em colóquio no Cine Teatro Lagoense

A Associação Jovem Lagoense - AJL realizou, ontem, o I Colóquio “A História da Lagoa”, no Cine Teatro Lagoense Francisco D’Amaral Almeida, na cidade da Lagoa, uma iniciativa que contou com o apoio da Câmara Municipal da Lagoa.
Na ocasião a representante da edilidade, Verónica Almeida, salientou que, espera que a mesma “capte a atenção dos mais jovens para que os mesmos possam continuar a contar a história da Lagoa, pelos livros, pelos núcleos museológicos, pelo património arquitetónico, pelos costumes e tradições e pelas mais variadíssimas formas de arte”.
O programa da primeira edição deste colóquio, organizado pela AJL, contou com a participação da presidente da entidade organizadora, Jacinta Carreiro, e um leque variado de oradores de diversas áreas, que falaram de temas relacionados com a história do concelho da Lagoa.
Igor França, coordenador da área da cultura da Câmara Municipal da Lagoa, foi o primeiro orador, tratando do tema «O Futuro Museu de Lagoa – Açores», onde descreveu cada Núcleo Museológico que a Lagoa tem neste momento, e se debruçou sobre os projetos futuros que virão enriquecer, ainda mais, a memória e identidade cultural do concelho.
Roberto Medeiros foi o preletor seguinte neste colóquio, debruçando-se sobre a história da vila de Água de Pau. O antigo vereador, revelou vários pormenores dos antepassados e histórias de Água de Pau, abordando a origem do seu nome, bem como a importância da vila no abastecimento de água, não só do concelho, mas também de Ponta Delgada.
Da parte da manhã, proferiu ainda a sua comunicação a professora Palmira Bettencourt, sobre a história da Cerâmica Leite e da sua importância para a cultura da Lagoa.
Da parte da tarde, o painel de oradores foi composto por Norberto Silveira, diretor do jornal «Diário da Lagoa», que apresentou uma palestra sobre «A Imprensa Lagoense antiga».
A terminar, teve a palavra Joana Simas, Mestre em Património e Museologia e coordenadora científica da Coleção Visitável da Matriz da Lagoa, que apresentou o tema «O património imóvel religioso da Lagoa», pode ler-se numa nota da auatarquia.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima