11 de setembro de 2019

Vasco Almeida, Presidente do NAFISM

“Tudo se consegue fazer com a boa vontade de todos”

Que balanço faz do NAFISM CUP UNDER15/2019?
“O balanço é francamente positivo. Conseguimos concretizar diversos objetivos aos quais nos propusemos, entre os quais destacamos a festa do futebol de formação micaelense em que se registou nos 3 dias do evento. Tivemos bom ambiente. Em todos os jogos houve muito apoio das bancadas para os miúdos, sempre com grande respeito entre todos os intervenientes ao jogo. As equipas foram aplaudidas por todas as pessoas que foram assistir e registamos esses momentos com agrado. Queremos ressalvar os aspetos positivos que devem ser sempre valorizados e este evento serve o interesse de todos. Em suma, certamente que o balanço é muito positivo em mais uma edição do NAFISM CUP, a primeira do escalão de Iniciados”.

Concretizar um evento desta natureza dá muito trabalho?
“É um evento que requer uma logística exigente. Antes do seu início, toda a sua comunicação é trabalhada pelo núcleo de uma maneira cuidada e tentamos fazer o melhor possível para a sua divulgação. Temos este cuidado porque estamos a organizar um evento em nome da arbitragem e estamos a servir o futebol de formação e se conseguirmos fazer com a melhor qualidade possível assim o faremos. Foi assim que rubricamos esse compromisso com todas as equipas envolvidas. Começamos a trabalhar na divulgação nas redes sociais com vários meses de antecedência do inicio da competição para começar a criar expetativa em torno do mesmo  e criar valor à competição e isso foi conseguido. São milhares as visualizações dos nossos vídeos de promoção do evento junto dos clubes e jogadores e isso compensa todo o trabalho desenvolvido. Graças aos nossos patrocinadores privados que financeiramente cobrem toda a despesa do evento é possível a concretização do mesmo. O restante é realizado por todos os colaboradores no núcleo. Tudo se consegue fazer com a boa vontade de todos, com gosto por aquilo que se faz. Acreditamos que é na formação que está o futuro para um futebol melhor”.

Este ano a participação dos clubes no NAFISM CUP foi com o escalão de Sub-15. Porquê?
“Entendemos que é no escalão de Sub-15 anos que o nosso torneio pode fazer mais sentido no futuro. É o escalão em que os miúdos têm o seu 1o contato com o futebol 11 e isso em termos formativos é bom para eles começarem a sentir a presença da arbitragem com eventos desta natureza. Depois também temos o objetivo de servir os nossos associados mais jovens a serem os árbitros dos jogos e, consequentemente, teremos boa matéria com gravações de 4 jogos para trabalhar com todas as equipas de arbitragem. É um trabalho de pré-época muito bom para nós árbitros bem como para as equipas, pois enviamos as respetivas gravações de todos os jogos para todos os clubes participantes. Esta parte da observação é muito importante para todos nós melhorarmos no futuro próximo e estarmos melhor preparados para o começo da próxima época. O núcleo faz questão de ter essa abertura e não coloca qualquer entrave em partilhar as imagens para que todos possam trabalhar de uma forma mais competente”.

Há quantos anos o NAFISM faz este evento e se é para continuar?
“O NAFISM CUP é um torneio organizado pelo Núcleo de Árbitros de Futebol da Ilha de São Miguel desde o ano 2013. Aquando do seu primeiro aniversário, o NAFISM entendeu que deveria celebrar o mesmo com um evento desportivo que pudesse servir o futebol e arbitragem e aí nasce o NAFISM CUP, torneio esse que inicialmente começou por ter uma vertente diferente do atual. Começamos por organizar um torneio de futebol 7. Este ocorreu por 4 ocasiões sem interrupções. Contudo, em 2017 não organizamos o torneio e começamos a mudar a logística do NAFISM CUP a partir de 2018 para servir o futebol formação em São Miguel”.

Em todos os jogos, os árbitros estiveram bem?
“Em todos os jogos tivemos observadores que retiraram apontamentos muito interessantes, alguns destes já com decisões referentes às novas alterações às leis do jogo para a presente época. Em termos gerais todos os jogos correram bem, com boas decisões por parte de todas as equipas de arbitragem. Existem sempre aspetos a melhorar e irão ser nestes que vamos concentrar a próxima sessão técnica do núcleo de árbitros”.

Print

Categorias: Desporto

Tags:

x
Revista Pub açorianissima