CDS-PP/Açores defende a garantia do direito à mobilidade aérea

O cabeça-de-lista da candidatura do CDS às eleições legislativas pelo círculo eleitoral dos Açores, Rui Martins, visitou ontem o Aeroporto do Pico, no concelho da Madalena. Em declarações aos jornalistas, «explicou o que motivou esta visita: “Um dos motivos prende-se com o facto de estarmos na iminência de passar, na próxima semana, das quatro ligações semanais do Pico para o continente, para apenas três, e mais tarde para apenas duas. O CDS considera que são poucas ligações. No Inverno duas ligações são insuficientes e no Verão as quatro ligações também são manifestamente poucas.”.
De acordo com o cabeça-de-lista do CDS, neste Verão ficou demonstrado que “a SATA é incapaz de fazer este serviço, que já por si é deficitário. Consideramos que a República, enquanto acionista da TAP, tem a responsabilidade de garantir essas ligações através dessa mesma participação na TAP. O CDS já fez propostas concretas nesse sentido, para que seja a TAP a dar essa resposta que a SATA não tem conseguido dar, nomeadamente à ilha do Pico.”
Rui Martins acrescenta, citado em comunicado, ainda que “o outro motivo que nos traz aqui à ilha do Pico prende-se especificamente com a mobilidade dos açorianos. A mobilidade dos Açorianos é um direito que está consagrado na Constituição da República de acordo com os princípios da solidariedade e continuidade territorial.”

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima