“Esta estrutura, conceito e abrangência do Festival colocam-nos num lugar pioneiro da celebração da música”, garante Gabriel Costa

 São cerca de vinte os concertos e eventos que marcam a quarta edição do Festival The Music World, que decorre já nos próximos dias 28, 29, 30 de Setembro e 1 de Outubro em Ponta Delgada, em palcos tão variados como o Campo de São Francisco, a Igreja Matriz de São Sebastião, a Igreja do Colégio e o Colégio do Castanheiro, que abriu portas a esta iniciativa da VoxCordis – Associação Musical, para receber alunos de duas escolas básicas e três secundárias deste concelho.
A apresentação pública do evento aconteceu na manhã de ontem, no São Miguel Park Hotel.
Gabriel Costa, Presidente da VoxCordis, começou por referir que este “é um projecto que dignifica a música, as instituições que nele se envolvem, quer como participantes, quer como apoiantes.
Motiva-nos o público que tem participado e motiva-nos a qualidade dos participantes escolhidos para fazerem parte deste Festival, a nosso convite e já uma grande percentagem por candidaturas que vêm apresentando com o intuito de poderem dar visibilidade ao seu trabalho, neste palco que cada vez mais congrega a música na sua diversidade e compreensão”.
Nesta edição (que decorre entre Sábado e Terça-feira próximos), este festival conta com músicos oriundos do universo regional, com músicos e formações que se deslocam do continente português e com outros que chegam de Denver, no Colorado e de Los Angeles, na Califórnia. “Todos são a maior prova da forma como encaramos a música e a sua diversidade”, salientou Gabriel Costa.
Do programa refira-se a presença: da zona centro do país, o Orfeão do Barrô que traz a música coral à Igreja da Matriz (dia 28, às 19h45); o fado, pela grande voz de Pedro Moutinho (dia 28, às 22h00 na Igreja do Colégio). Também de Lisboa chega Alejandro Oliva, o Quarteto Lopes Graça e a soprano Natasa Sibalic (que estarão em palco dia 29, pelas 21h30 na Igreja do Colégio), com os ritmos argentinos e com temas extremamente contemporâneos.
De Denver e de Los Angeles chegam ao The Music World IV, dois jovens intérpretes de clarinete e guitarra. São professores universitários naquelas cidades e que dão nome ao seu concerto e formação de Jâca (dia 30, pelas 21h30 na Igreja do Colégio). 
De salientar que o grande clarinetista desta formação, Wesley Ferreira é oriundo da Lomba da Fazenda do concelho do Nordeste.
De cá, Gabriel Costa fez destaque de todos os intervenientes, sem excepção.
Assim, nas sessões escolares, no Colégio do Castanheiro que abriu as suas portas a esta organização, estará presente o coro “Os Semicolcheias” da VoxCordis, em ritmo dos anos 80, bem como outro jovem e promissor percussionista micaelense, Miguel Almeida. A fazer a ligação dos alinhamentos e a apresentação das sessões estarão os Os Tunalhos. As sessões serão no dia 30 de Setembro e 1 de Outubro, sendo a primeira para os 5º e 6º anos das Escolas Canto da Maia, Domingos Rebelo e Colégio do Castanheiro e a do dia 1/10 para os 7º, 8º e 9º ano das Escolas Domingos Rebelo, Antero de Quental, Laranjeiras e do Colégio do Castanheiro.
Também de São Miguel, desta feita no Campo de São Francisco, numa parceria que Gabriel Costa classificou de “louvável com a Junta de Freguesia de São José e fazendo parte do evento “Noites em família – Sabores do mundo”, estará a actuar a Charanga dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande (dia 28, pelas 15h30), o Grupo Folclórico da Fajã de Baixo (dia 28, às 16h15), a Banda Nossa Senhora da Luz (dia 28, às 20h30), os Back to the Funk (dia 29 às 16h00), a Banda Minerva (dia 29 às 20h30) e, como não podia deixar de acontecer neste festival – tal como nas suas edições anteriores - uma sessão musical dedicada aos mais pequenos, com A Boneca de Trapos – Associação Açoreana da Educação pela Arte irá encher de alegria a pequenada com a peça musicada “A Cigarra e a Formiga”, em estreia absoluta, no dia 29 deste mês, pelas 15h00, no Campo de São Francisco.
Já no Dia Mundial da Música, 1 de Outubro, irá encerrar a quarta edição deste festival, a Sinfonietta de Ponta Delgada, num concerto denominado “As modulações do ternário – Um tempo de valsa”. Durante o concerto, José Andrade, da Ruído, Lda., irá também criar a dança com luzes, no ambiente da Igreja do Colégio, durante algumas interpretações do concerto, pelas 21h30.
“Será um festival que orgulhará todos os intervenientes e que constituirá uma lufada saudável de música na nossa cidade e para todos os que nos queiram visitar. É lógico que com esta estrutura, conceito e abrangência, continuamos a colocar-nos num lugar pioneiro da celebração da música” referiu ainda Gabriel Costa, ressalvando que “não irei mencionar os apoios financeiros que tivemos para toda esta programação, que é distribuída gratuitamente à população, porque seria correr mais riscos para a VoxCordis. Sabemos, na pele, os dissabores que isto nos tem causado. Não que a revolta não nos assalte, mas temos que pensar na manutenção a todo o custo desta Associação, que tanto trabalho tem desenvolvido e que, dia a dia, demonstra a sua vontade de ser cada vez melhor e de mostrar, em concreto, que caminha por uma estrada que leva aos poucos à perfeição, embora a consideremos inatingível”.
Gabriel Costa deixou ainda agradecimentos ao Governo Regional dos Açores, à Câmara Municipal de Ponta Delgada, à Junta de Freguesia de São José e à Junta de Freguesia da Matriz, pelos apoios financeiros disponibilizados e um especial agradecimento ao Museu Carlos Machado, ao Colégio do Castanheiro, à Igreja da Matriz de Ponta Delgada, bem como ao São Miguel Park Hotel, pela forma acolhedora com que receberam o The Music World na sua 4ª edição.
Ficou ainda o obrigado a todos os intervenientes, muito em especial e por razões diversas, aos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande, à Craveiro Design, à LGM, à Ruído - na pessoa de José Andrade - e à Nova Gráfica, elementos importantes na concretização deste festival. “A VoxCordis, consciente que presta um grande serviço à cultura e à música de forma denodada, fica, após esta grande edição, mais pobre financeiramente. O discurso repete-se, como a nossa teimosia”, mas, refere o Presidente da VoxCordis – Associação Musical, “um dia far-se-á justiça”, pois “a VoxCordis orgulha-se de contar nas suas realizações com um Festival de tão grande abrangência”.
Já a pensar na quinta edição do festival The Music World, em 2020, está já agendada para acontecer entre de 1 a 4 de Outubro.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima