Grupo de música tradicional actuou no Festiva dos Piratas em Auvergne, França

O Grupo de música tradicional e medieval “Urro das Marés” participou no Festival dos Piratas “Roi de l’Oiseau” em Le-Puy-en-Velay, Auvergne, na França, pondo o público entusiasmado e a bailar ao som das gaitas e batidas deste grupo micaelense.
“Urro das Marés” é uma banda que tem alcançado muito sucesso nas suas actuações, num género de música Folk, Tradicional e Medieval que tem agradado sobremaneira o público que acorre aos seus espectáculos, muito diferentes daquilo que temos assistido nos diversos festivais e arraiais de verão nesta Ilha.
Desta vez, depois de participar na feira dos Dias Medievais em Castro Marim, o “Urro das Marés” rumou até ao “Roi de l’Oiseau” que é um aparatoso festival medieval-renascentista que se realizou de 18 a 22 de Setembro de 2019 em Puy-en-Velaye em que foi convidado o grupo micaelense que deixou uma marca, cativando o público com a sua alegria contagiante.
Trata-se de um grande festival de fantasias anual que leva à cidade Le-Puy-en-Velay,durante 5 dias, vários espetáculos, onde participam inúmeros jovens e idosos, com música múmia, óculos de hipocra e vida quotidiana, revestindo aquela cidade com as cores do Renascimento.
A banda “Urro das Marés” é formada por Jorge Lavouras e Jorge Moniznas percussões; Henrique Rodrigues, Leonardo Gonçalves, Pedro Santos, Rodrigo Botelho, Rui de Sousa, Sabrina Matos e Vasco Salgueiro, nas gaitas de Foles e como tarota Vasco Salgueiro.
Fundado em Ponta Delgada, o Grupo de Gaitas da Associação Tradições, aonde predominam as gaitas Mirandesa e Galega, inspira-se nas influências da Velha Gaiteira, Roncos do Diabo, Míscaros e Zeca Afonso.
              
              
 

Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima