“Somos uma espécie de pronto socorro para tudo”

Rafael Moniz Vieira, de 36 anos de idade, é o Presidente da Junta de Freguesia da Lomba da Fazenda. 
Rafael Moniz Vieira foi viver para Lomba da Fazenda depois de cumprir o serviço militar. Está ali a viver há nove anos e esteve dois anos na condição de desempregado. No entretanto, acabou por empregar-se através do PROSA, Programa de Ocupação Social de Adultos, do Governo Regional dos Açores. Na altura, o então Presidente da Junta de Freguesia era António Miguel Soares, necessitava de alguém para dar apoio na administração. Ali ficou de 2013 a 2017, concorrendo António Miguel Soares às eleições autárquicas que venceu e Rafael Moniz Vieira, candidato à Junta de Freguesia da Lomba da Fazenda também ganhou o lugar, ficando, de igual modo, como secretário do actual Presidente da Câmara Municipal do Nordeste.
Na Junta de Freguesia da Lomba da Fazenda é a primeira experiência, apesar de eleições anteriores ter feito parte de uma lista concorrente que não venceu.

“Não é tarefa fácil”

“Não é uma tarefa fácil, porque temos de estar disponíveis 24 horas e o telemóvel nunca pode estar desligado. Somos uma espécie de pronto socorro para tudo, e se não for eu, é alguém da minha equipa, quer seja o Secretário ou o Tesoureiro, mas sabíamos para o que vínhamos”.
Ao nível da habitação, Rafael Moniz Vieira diz que a Freguesia da Lomba da Fazenda “não está assim tão mal como se possa imaginar”. No entanto, e para uma população de cerca de 900 pessoas, “há ainda alguma habitação degradada”. Outras porém, “foram reabilitadas para Alojamento Local”, existindo na Freguesia “cerca de 15 moradias vocacionadas para esse efeito”.

Cada vez mais turistas

Por estes dias “surgem por muitos turistas na Freguesia da Lomba da Fazenda, mas também em todo o Concelho do Nordeste, um pouco, por causa dos restaurantes, mas também pelos trilhos, entre eles, o popular Trilho da Lomba da Fazenda, que tem início no jardim, junto à Igreja de Nossa Senhora da Conceição, passando por vários pontos de interesse do Concelho”.
Os turistas enchem a Freguesia, “principalmente nos meses mais quentes do ano e acabam por lotar a Casa de Pasto «O Cardoso», de tal forma que eles têm necessidade de se servirem do restaurante da Casa do Povo da Freguesia para apoio, quando as excursões vêm cá de propósito e não são assim poucas”.
Em termos de serviços, “como estamos muito perto da Vila do Nordeste, não temos a necessidade de termos aqui tantos. Temos aqui um posto da Segurança Social que funciona uma vez por semana, já tivemos um centro de enfermagem que foi canalizado para o Centro de Saúde do Nordeste. 

“Payshop” em consideração

No entanto, estamos a considerar instalar uma «payshop», na Casa do Povo, para apoiar a população mais idosa aqui da Freguesia, para não terem que se deslocar, de propósito, à Vila do Nordeste para efectuarem o pagamento de várias contas domésticas como telefone, electricidade, água ou gás, bem como o carregamento de telemóveis e o pagamento das respectivas facturas (assinaturas mensais, roaming, etc…) em estabelecimentos comerciais como papelarias, tabacarias, supermercados entre outros e nas estações de correios. É mais seguro e mais cómodo e não tem custos adicionais para o consumidor”.
Rafael Moniz Vieira é também o Presidente da Casa do Povo da Lomba da Fazenda, que tem um ATL afecto à Santa Casa da Misericórdia do Nordeste, instituição secular que está a ponderar abrir um centro de dia na Lomba da Fazenda. O ATL é frequentado por cerca de 20 crianças.

Fazenda Sport Clube reaberto

Em termos desportivos, uma das metas do actual executivo da Lomba da Fazenda era reabrir o Fazenda Sport Clube, que tinha no futebol a modalidade de eleição, tendo conseguido inclusivamente alguns resultados interessantes, principalmente ao nível dos escalões de formação. O clube que já estava fechado há 10 anos, reabriu no início deste mandato, dedicando-se agora ao atletismo, com campeões nacionais no desporto adaptado, apostando este ano no Futsal masculino e feminino. Em agenda está a realização de uma prova a contar para o Campeonato de São Miguel em Atletismo, no próximo ano aqui na Lomba da Fazenda.
E porque o Campo de Jogos da Lomba da Fazenda continua pelado, e na altura as equipas passaram a jogar para a Vila do Nordeste, “e porque aquele espaço deixou de fazer sentido, lançamos o desafio de transformar toda aquela área, numa zona de lazer com a implementação de um circuito de manutenção física e de lazer, aproveitando a proximidade do Parque da Morgada, incentivando o turismo a utilizar o espaço e ter lá uma pequena área para a prática de outros desportos, como ténis ou o futsal, num local onde até está implementada a sede social do clube. No fundo, queremos devolver o espaço à Freguesia e é um projecto, que não é para a nossa dimensão, porque temos um orçamento a rondar os 59 mil Euros”.
No momento, a Junta de Freguesia da Lomba da Fazenda tem três mulheres que cuidam da limpeza e seis outros colaboradores, ao abrigo de programas.
“Felizmente que os tempos que correm são melhores, mas já tivemos mais colaboradores, o que significa que o desemprego está melhor do que estava. Fazemos uma gestão cuidadosa, porque o que está na moda é o Tribunal de Contas intervir aqui, ali ou acolá e os «facebooks» falsos para criticar. Acho que tenho mais cuidado em gerir o orçamento da Junta de Freguesia, e os meus colegas também, do que o meu orçamento pessoal. Vamos fazendo as coisas devagar, sem anunciar ou prometer algo que depois não se possa fazer e não sou muito de promessas”, finalizou.

 

Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima