294 militares vão apoiar população das Flores e mergulhar no porto das Lajes

 O Estado-Maior-General das Forças Armadas, através da Marinha e da Força Aérea, vai enviar durante a tarde de hoje e próxima madrugada, um conjunto de meios e 294 militares para a ilha das Flores.
A bordo de uma aeronave C-130 vão seguir, hoje de madrugada, com chegada prevista para a manhã, uma Brigada Hidrográfica composta por 7 militares e uma tonelada de material hidrográfico, uma equipa de 4 mergulhadores com um bote e um veículo submarino, operado remotamente, e 3 fuzileiros com apoio de drones. Estes militares constituem-se como equipa avançada para esta operação, com a missão de verificar as condições de acessibilidade do Porto das Lajes das Flores.
Ao fim da tarde de ontem partiram para os Açores o navio reabastecedor “Bérrio” e a fragata “Álvares Cabral”, da Marinha Portuguesa, com 80 e 200 militares a bordo, respectivamente, levando material diverso de apoio a emergências civis. 
Da guarnição da fragata ‘Álvares Cabral’ fazem parte uma equipa de 25 fuzileiros com 8 botes e 6 mergulhadores. Estes militares têm como missão apoiar o fornecimento de combustíveis e bens de 1ª necessidade.
Este apoio surge na sequência de um pedido do Governo Regional dos Açores, através da Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas, ao Comando Operacional dos Açores. Ler reportagem sobre os efeitos do furacão na página 14 desta edição.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima