Escola Profissional da Aprodaz celebra 10.º aniversário em Ponta Delgada

Jovens das escolas profissionais destacam-se no ensino e têm sido campeões em várias modalidades em competições internacionais

“O ensino profissional tem seguido um trajecto de afirmação por toda a Região, ao qual se tornou uma realidade imprescindível para todas as realidades do desenvolvimento e respectiva evolução económica com base no esforço de várias entidades que se preocuparam para que em quase todos concelhos das nossas ilhas fossem criadas escolhas profissionais.” 
A afirmação pertence ao Presidente da APRODAZ e Director Geral da Escola, António José Gaspar da Silva, que na cerimónia de inauguração começou com palavras de agradecimento aos presentes que se associaram ao evento. “É um evento com toda a simplicidade possível, mas que para nós é um primeiro marco relacionado com a nossa gente, em prol da valorização dos recursos humanos.” Ao Governo Regional dos Açores, é com grande satisfação que recebemos neste evento e também devido à ligação que desde cedo temos testemunhado os trabalhos que têm feito com todas as escolas profissionais da Região Autónoma dos Açores.” Ao Presidente da Associação Nacional de Escolas Profissionais – ANESPO, José Luís Presa, dirigiu algumas palavras de apreço que “sempre tem acompanhado ao longo dos anos”. Têm um protocolo com a Universidade dos Açores através de um CET – Curso de Especialização Tecnológica que segundo José Gaspar da Silva “tem decorrido bem e sempre encontramos da parte da Universidade uma maior abertura quer no passado quer no contexto actual”. Outras escolas profissionais também marcaram presença na cerimónia, tendo sido também alvo de agradecimento por parte do Director da Escola: “encontram-se aqui de uma forma maciça representada e julgo que todo isso potencie e proporcione cada vez mais que nos conhecemos melhor nestes eventos. A vossa presença e a possível partilha de ideias é muito positivo”. Reforçou a presença fundamental do evento, os formandos, “quer dos cursos que estão a decorrer neste momento, quer de outros cursos que decorreram num passado recente. Dez anos de existência de serviço na valorização dos recursos humanos da Região Autónoma dos Açores foi um título que elegemos para o contexto global dessa nossa efeméride. Pode não parecer muito tempo em termos comparativos”
José Luís Presa, Presidente da Associação Nacional de Escolas Profissionais, participou neste evento: “é com imensa honra que estou aqui para celebrar o sucesso de mais um projecto educativo e formativo na Região Autónoma dos Açores”. No seu discurso, reforçou a abertura que o Governo Regional dos Açores sempre dispôs, bem como preocupação relativamente aos objectivos. “De uma forma geral, a nível nacional, as autarquias deram um impulso extraordinário ao que se refere ao desenvolvimento e À implementação das escolas”. Para José Luís Presa, as autarquias são peças essenciais no percurso para a criação de uma escola, a nível de instalações, recursos humanos, entre outros. 
Maria José Duarte, vereadora da Câmara Municipal de Ponta Delgada, em representação do Presidente do Município deu início ao seu discurso, parabenizando a escola pelo seu “percurso que ultrapassou muitos desafios, mas também pelos resultados alcançados”. Referiu que “o município de Ponta Delgada congratula-se pelo facto de ser associado da APRODAZ e também pela oferta formativa que procura estar a par e ir ao encontro das necessidades do mundo do trabalho. Toda a aprendizagem e todo o saber são importantes”. Realçou a importância das escolas profissionais que “ensinam a ser, ensinam a fazer, ensinam a saber fazer e têm uma ímpar capacidade de despertar vocações”. A persistência e a resiliência do Director da Escola foram realçadas por Maria José Duarte, em nome da Câmara Municipal, “assim como o trabalho de todos que daqui já saíram e sairão habilitados a terem uma profissão. Fazer a educação seja através do ensino regular, profissional, académica, é apostar constantemente num futuro melhor para as novas gerações”. Finaliza desejando “muitos e bons anos de actividade, sempre com os olhos postos num amanhã melhor”.
Segundo a Directora Regional do Emprego e Qualificação Profissional, Paula Andrade, “para que a próxima geração de açorianos seja a mais qualificada, competente e mais envolvida com a comunidade a que pertence, é fundamental preparar os nossos jovens para os desafios que se seguem”. Sublinha a importância de um trabalho conjunto de todos, quer formandos, escolas, entidades tendo em conta o contexto económico que se vive actualmente na região. 
“Os jovens formados nas escolas profissionais da região têm um historial de bons resultados, títulos de campeões e muitas medalhas de mérito competindo de forma exemplar com jovens de outros países”. Domínio, rigor e competência foram alguns dos elogios que a Directora Regional fez, acrescentando que os jovens açorianos têm demonstrado qualidade, inovação e actividade nos processos de aprendizagem. “O Governo dos Açores tem assumido e cumprido no que diz respeito à formação profissional: só este ano lectivo, foram abertos 52 novos cursos, num investimento de 17 milhões de euros permitindo a cerca de 1100 açorianos a possibilidade de qualificarem-se no âmbito da formação profissional.” Os cursos são maioritariamente dirigidos para a área do turismo, nomeadamente hotelaria, restauração, mas também para as tecnologias de informação e trabalho social de orientação. Paula Andrade acrescenta ainda que o Governo “canalizou muito dos seus recursos para assegurar aos jovens, após a sua formação profissional, a integração no mercado de trabalho, sendo que os resultados relativamente à sua empregabilidade são considerados satisfatórios”, dando como exemplo o programa do Estagiar T. Até 2019, mais de 10 mil jovens integraram o mercado de trabalho. Mais de metades dos jovens que concluíram a sua formação profissional conseguiram trabalho num espaço de 6 meses. Desde 2013, as empresas açorianas já contrataram 2350 jovens só ao abrigo dos programas INTREGA e INTEGRA JOVEM. 
A par da sessão de abertura, decorreram dois painéis onde foram abordados os temas “Escolas Profissionais nos Açores: Tendências e Desafios” e “Formação de base e profissional para a década de 2020/2030”. Foi apresentado o hino da escola e para encerrar as comemorações, foram distinguidos funcionários e formadores e entregues os diplomas aos formandos que concluíram a sua formação no ano lectivo 2018/2019.
Criada a 29 de Novembro de 2004, a APRODAZ – Associação para a Promoção do Desenvolvimento dos Açores, é uma associação de cariz privado cujo objectivo é promover o desenvolvimento sustentado da Região Autónoma dos Açores, “promovendo, isoladamente ou em associação com outras entidades públicas ou privadas, a criação de instituições de ensino que formem os quadros técnicos intermédios e superiores necessários ao desenvolvimento regional e nacional”. Em 2009, viria criar a Escola Profissional da APRODAZ sita no centro histórico da cidade de Ponta Delgada. Nestes 10 anos de existência, já formou 650 jovens no Ensino Profissional – Nível IV e 470 candidatos a novo emprego no âmbito do programa REATIVAR. Já promoveu cursos de Formação Pedagógica de Formadores, Técnicos Superiores de Segurança e Higiene no Trabalhos e Unidades de Formação de Curta Duração.
          

Print
Autor: Rita Frias

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima