Bispo de Angra desafia seminaristas a formar uma comunidade “livre de atritos individualistas”

Discernimento, comunhão e superação são os três desafios propostos esta quarta feira aos 23 seminaristas de Angra por D. João Lavrador na Eucaristia a que presidiu na Capela da Natividade, assinalando simbolicamente o inicio do ano lectivo.
O prelado, que por ter estado em visitas pastorais na ilha de São Miguel e na diáspora ainda não tinha estado formalmente no Seminário, neste novo ano lectivo, convidou, a partir da liturgia do dia, os jovens candidatos ao sacerdócio a aprofundarem o estudo das ciências teológicas e a testarem as suas capacidades até ao limite.
“No aprofundamento das ciências teológicas, na vossa reflexão, no vosso estudo e na vossa atividade pastoral espero que saibais ir e caminheis até ao limite das vossas capacidades para serdes verdadeiros pastores da igreja no futuro”, disse o prelado insular.
“Gostava que nos sentíssemos interpelados a ser uma comunidade que apreende de Jesus Cristo o seu sentido de vida, levando até ao limite as nossas capacidades e a nossa entrega”, esclareceu sublinhando o serviço inerente a este ministério.
“Nós somos chamados a servir e temos duas opções: ou servimos as seduções que nos escravizam ou servimos Jesus Cristo e obtemos a libertação e isto aprende-se também com a vivência em comunidade”, referiu destacando que só quem tem um sentido comunitário na vida pode “estar em sintonia com o sofrimento do povo” e se compadecer com ele.
“É nesta caminhada que nos vamos livrando dos atritos do individualismo, abrindo-nos aos outros, sem perdermos nada” acrescentou.
“Que neste ano, nesta escola, à maneira de Jesus possamos aprender a viver em comunidade e aprendamos a compadecer-nos uns dos outros e uns com os outros”, concluiu.
O prelado desafiou ainda os jovens seminaristas, na sua atividade pastoral, a serem um exemplo de caminhada sinodal, tema que a diocese iniciou neste novo ano pastoral.  “É uma hora de graça para a nossa diocese e todos somos chamados a participar de forma activa para que a Igreja seja verdadeiramente feita de discípulos missionários e desenvolva a sua dimensão evangelizadora”.
O Seminário de Angra abriu formalmente as portas para o novo há lectivo há pouco mais de um mês e conta este ano com 23 seminaristas, quatro dos quais novos- três no ano propedêutico e um ainda em processo de discernimento a frequentar a escolaridade obrigatória no ensino regular. Na Missa de Quarta feira concelebraram os elementos da equipa formadora e parte dos docentes que reside no Seminário bem como o Vigário Episcopal para a vigararia do Ocidente.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima