16 de novembro de 2019

Governo cede no concurso da Ferraria para aliciar empresas interessadas


O Governo deixa cair a obrigação de reconversão energética nas termas da Ferraria e assume o encargo das obras que têm de ser realizadas. Quer tornar o negócio da concessão mais aliciante para os interessados. O anúncio do novo concurso público, já com estas alterações, foi ontem publicado em Jornal Oficial.
O novo concurso público pretende despertar o interesse do actual concessionário ou trazer para a exploração das águas termais uma outra empresa. As novas cláusulas reduzem as exigências e levam o Governo a realizar obras que, no primeiro concurso, seriam feitas por privados.
Com a alteração em causa pretende-se, segundo a Antena 1 Açores, abrir a possibilidade da existência de eventuais interessados  uma vez que reduz o valor do investimento do concessionário.
O Governo pretende garantir, assim, o funcionamento desta estação termal da Ferraria para além da data de 31 de Dezembro. 
A actual concessionária mantém as portas abertas até esta data mas, como noticiou a Antena 1 Açores,  já manifestou o seu desinteresse em continuar a explorar as termas segundo as regras vigentes. 
Com a alteração dos pressupostos, no novo concurso público, o privado poderá ainda mudar de ideias ou, na melhor das hipóteses, trazer para a indústria um outro interessado. 
As termas da Ferraria dispõem de uma piscina privada exterior, um edifício com SPA termal  e um restaurante.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker