Turismo, saúde e comunicação social na mira dos deputados socialistas

 O Grupo Parlamentar do PS/Açores apresentou, em conferência de imprensa, um conjunto de propostas de alteração ao Plano e Orçamento da Região para 2020.
Os deputados socialistas apresentaram “seis alterações ao Orçamento e 14 alterações ao Plano de Investimento”. “Sempre dissemos que o Plano e o Orçamento são documentos que não estão fechados e, por isso mesmo, realizamos, nos últimos meses, um conjunto de reuniões e auscultações junto da sociedade civil, dos empresários e de instituições representativas dos diversos sectores, de modo a apreender aquilo que poderíamos melhorar neste orçamento”, afirmou o Líder Parlamentar do PS/Açores.
 Segundo Francisco César, são alterações com “focos muito claros” que passam “pela melhoria” dos cuidados de saúde; “a melhoria” do serviço do turismo, “quer ao nível da sua atractividade, quer ao nível, nomeadamente, da procura de novas rotas para os Açores, por exemplo, para o Aeroporto Internacional das Lajes”; a melhoria de infra-estruturas portuárias e agrícolas e ainda iniciativas que visam apoiar a comunicação social dos Açores. 
Francisco César realçou a importância do Vale Saúde na vida dos açorianos, anunciando a proposta de alteração que reforça em 250 mil euros o valor desta medida: “sabemos que o Vale Saúde é um instrumento fundamental na melhoria dos serviços que são prestados ao nível do nosso Serviço Regional de Saúde e, portanto, consideramos importante o reforço deste valor”. 
Ainda na Saúde, o líder parlamentar destacou também a proposta que reforça os incentivos à fixação de médicos em cerca de 100 mil euros. “É uma prioridade, sem dúvida, sobretudo numa Região com características como a nossa, nomeadamente ao nível da sua dispersão arquipelágica”, disse. 
Nas propostas de alteração do Partido Socialista dos Açores ao plano de investimentos regional, o turismo está também em destaque. O Grupo Parlamentar quer criar um programa de captação de rotas para o Aeroporto Internacional das Lajes, na ilha Terceira: “Todos nós sabemos que este aeroporto, em particular, tem um conjunto de características que o diferencia de todos os outros – não está sob a alçada da ANA Aeroportos, nem sob a alçada da Região, ou seja, tem uma gestão partilhada – e, portanto, necessita de uma atenção especial”, disse. Esta proposta de alteração ao Plano é reforçada com 250 mil euros para a criação deste programa.  Por último, os socialistas dos Açores colocam especial ênfase aos media dos Açores. “Sabemos que a Lei da Televisão é muito clara sobre quem tem a responsabilidade de financiar a Rádio e Televisão Pública (RTP), porém esta mesma lei também prevê o financiamento de obrigações complementares específicas do serviço público de televisão na Região”. 
Ou seja, o Grupo Parlamentar do PS dos Açores propõe criar “primeiro, um enquadramento jurídico que o permita” e depois “um apoio de cerca de 50 mil euros à RTP-Açores, devidamente protocolado, para o reequipamento dos correspondentes das ilhas sem delegação”. 
Quanto à comunicação social privada na Região, Francisco César salientou o reforço que o PS pretende atribuir ao PROMEDIA (regime de apoios à comunicação social privada) em 150 mil euros relativamente ao valor global deste programa (passa de 500 mil euros para 650 mil euros). 
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima