Vão ser ordenados Domingo seis alunos do Seminário de Angra naturais de São Miguel

 Vão ser ordenados Domingo pelas 18h00, na Sé de Angra, 7 diáconos, em ordem ao presbiterado, seis alunos do Seminário de Angra, todos naturais da Ilha de São Miguel, e um da Ordem dos Carmelitas descalços, natural da Ilha Terceira:
 Aurélio Alexandre Ferreira Sousa, de 26 anos, natural e residente na Paróquia de São Nicolau, Sete Cidades, Ouvidoria de Ponta Delgada.
 Igor Samuel Lima Oliveira, de 24 anos, natural e residente na Paróquia de São Roque, Ouvidoria de Ponta Delgada.
 João Paulo Farias, de 27 anos, natural e residente na Paróquia de Santa Bárbara, Ouvidoria de Capelas.
 Nuno Filipe Pacheco Sousa, de 28 anos, natural e residente na Paróquia do Santíssimo Salvador do Mundo, Ribeirinha, Ouvidoria de Ribeira Grande.
 Pedro Rodrigo Faria Carvalho, de 24 anos, natural e residente na Paróquia de Santa Bárbara, Ouvidoria de Capelas.
 Sandro Emanuel Melo Costa, de 24 anos, natural e residente na Paróquia de Sant`Ana, Furnas, Ouvidoria de Povoação.
 Frei Renato da Cruz, de 27 anos, natural da Paróquia do Divino Espírito Santo, Vila Nova, Ouvidoria da Praia da Vitória e Ilha Terceira, conventual na comunidade dos Carmelitas Descalços em Fátima.
 Serão instituídos no ministérios de Leitores, 3 alunos do 5º ano do Seminário de Angra, também naturais de S. Miguel:  
 António Manuel Machado Santos, de 22 anos, natural e residente na Paróquia de Sant`Ana, Furnas, Ouvidoria de Povoação e Ilha de São Miguel.
 João Miguel Medeiros Silva, de 24 anos, natural e residente na Paróquia de Mosteiros, Ouvidoria de Ponta Delgada.
 Jorge Gabriel Pinheiro Sousa, de 36 anos, natural e residente na Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, Ponta Garça, Ouvidoria de Vila Franca do Campo.
 “Um número tão elevado de ordenações e instituições, claramente acima da normalidade, constitui uma graça muito especial” para a Igreja dos Açores. Tendo em conta que são todos naturais destas Ilhas, “constatamos que a Diocese, as Comunidades Paroquiais, famílias e o Seminário têm manifestado vitalidade e competência, em relação ao trabalho vocacional e à formação sacerdotal”.
“Este acontecimento extraordinário fortalece a nossa esperança em relação ao trabalho futuro e ao serviço da Igreja!”

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima