21 de janeiro de 2020

Campeonato de São Miguel

Vasco da Gama chega-se à frente

No terceiro jogo debatido em casa, o Vasco da Gama alcançou a terceira vitória, ganhando desta vez à equipa do Vitória do Pico da Pedra por 2-1. Leva três triunfos consecutivos.
Nuno Psnil, considerado o homem do jogo, apontou os dois golos da sua equipa, aos 15 e 36 minutos, tendo Júlinho marcado o tento de honra do Vitória, insuficiente para evitar a primeira derrota da equipa vitoriana na prova. Dirigiu tão importante contenda o árbitro José Pereira.
No vale das Furnas, o Vale Formoso foi surpreendido, ao perder com o Santiago por 1-3. A segunda derrota da equipa “axadrezada” no campeonato, fez com que o treinador Hélio Oliveira tivesse colocado o lugar à disposição, o que foi aceite pela direção do clube das Furnas.
O até então treinador adjunto Leandro Rodrigues, passa a comandar a equipa até ao final da presente época desportiva.
Miguel Rego abriu o marcador (46m) para o Vale Formoso, respondendo o Santiago com golos de Cláudio Djob (57m), Airton Santos (73m) e Paulo Vidinha (76m). Na vertente disciplinar, Caloura foi expulso pelo árbitro Duarte Travassos, com vermelho direto.
No Jácome Correia e num jogo carregado de cartões, o Santo António conseguiu o quarto empate consecutivo e sempre pela mesma marca de 1-1. Desta vez foi com o União Micaelense, que abriu o marcador por Paulo Sérgio (34m), empatando o Santo António por Élson Santos (45m).
Festival de cartões, numa partida que não se adivinhava fácil. O Conselho de Arbitragem, tão carecido que está com a gritante falta de árbitros, nomeou um jovem árbitro sem qualquer tipo de experiência para dirigir tão importante jogo. Resultado: 10 cartões amarelos e 4 vermelhos, três dos quais de forma direta. Com as saídas neste fim de semana de João Branco e César Andrade para jogos da FPF e de Pedro Amaral, Bruno Costa e Adriano Pontes, para o Campeonato de Futebol dos Açores/Liga Remax, o resultado é este, ou seja, falta de árbitros para os jogos do campeonato de São Miguel.
Por isso, muitas das vezes os árbitros apitam dois jogos de seniores no mesmo fim de semana, o que não traz benefícios a quem quer que seja. Foi o que aconteceu com o árbitro Bruno Costa. Dirigiu no sábado à noite o Águia – Mira Mar para o campeonato de São Miguel e no domingo, apitou na Lagoa, o Operário – Sporting Guadalupe do Campeonato de Futebol dos Açores/Liga Remax. Daí a revolta justificada de Emanuel Simão.
Valério Ponte e Manú, ambos do União Micaelense e Rodrigo Jacob e Rui Lima - este último por acumulação de cartões - foram os atletas que receberam ordem de expulsão. Rodrigo Branco foi o árbitro do jogo.
No sábado, o Águia recebeu e goleou o Mira Mar por 4-0. Ninja, com um bis, Ricardo Martins e Isidro, marcaram os golos da equipa comandada por Nuno Campos.
O Marítimo obteve a primeira vitória no campeonato e os primeiros pontos. Na receção ao Benfica Águia, o emblema “azul e branco” triunfou por 2-1. A equipa encarnada da Ribeira Grande é, agora, a única que possui a lanterna vermelha. Registo para o primeiro golo marcado pela formação do Benfica Águia e para a estreia em jogos de seniores do jovem árbitro Ricardo Machado.

 

Print

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima