Secretária da Saúde desafia hospitais a avançarem para a hospitalização domiciliária

 A Secretária Regional da Saúde afirmou, em Ponta Delgada, que o Serviço Regional de Saúde é “um exemplo em cuidados domiciliários”, apontando as suas várias vertentes, que vão desde as Equipas de Apoio Integrado à Reabilitação, passando pela Saúde Mental e pelos Cuidados Paliativos.
 Teresa Machado Luciano, que falava no encerramento do 1.º Encontro de Equipas de Saúde dos Cuidados Domiciliários, salientou que a esperança de vida nos Açores tem aumentado de forma continuada, graças à evolução das condições socioeconómicas e à oferta de cuidados de saúde gerais e universais, pelo que importa encontrar soluções integradas e articuladas de prestação de cuidados.  A governante desafiou os hospitais da Região a realizarem consultas da dor através da telemedicina e a avançarem para a hospitalização domiciliária em 2020.
 Na sua intervenção, Teresa Luciano considerou ainda que os cuidadores informais precisam de “alguém que olhe para eles não só como cuidadores, mas como alguém que precisa também de ajuda”, cabendo aos profissionais de saúde prestar-lhes essa atenção e esses cuidados.
 TA governante salientou ainda a programação de 2020 relativamente à deslocação de profissionais de saúde às ilhas sem hospital, que foi apresentada durante a visita do Governo a São Jorge.  Neste âmbito, estão previstas 10.335 consultas este ano, o que representa um aumento de 62% comparativamente aos resultados de 2019.
 O 1.º Encontro das Equipas de Saúde dos Cuidados de Saúde Domiciliários foi promovido pela Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel com o objectivo de fomentar a dinamização e discussão de boas práticas.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima