I Gala da Marca Açores amanhã na Graciosa

Reforçar a Marca Açores na Região, no Canadá Estados Unidos e no continente português

 O Governo dos Açores vai distinguir amanhã cerca de duas dezenas de empresas na I Gala Marca Açores, que se realiza na ilha Graciosa, para assinalar o 5.º aniversário da Marca Açores.
 Foi a 30 de Janeiro de 2015 que o Governo açoriano lançou a Marca Açores, uma marca própria que veio conferir aos produtos, serviços e estabelecimentos um selo de origem facilmente reconhecido, que se constituiu desde o início como “uma importante ferramenta” de acesso aos principais mercados nacionais e internacionais.
 Cinco anos depois do seu lançamento e da materialização oficial da marca, o universo da Marca Açores é composto por mais de 200 empresas e o selo ‘Marca Açores – Certificado pela Natureza’ é visível em mais de 3.600 produtos, serviços e estabelecimentos.
 Um crescimento que tem sido acompanhado de diversas campanhas de comunicação, parcerias, eventos de activação de marca, missões inversas, auditorias, entre outras iniciativas, sempre acompanhadas de “uma gestão muito próxima” entre o Governo dos Açores e as empresas aderentes, nomeadamente através dos gestores Marca Açores, que acompanham todo o processo de adesão e renovação deste certificado.
 Para assinalar o 5.º aniversário da Marca Açores “e o sucesso da estratégia adoptada”, o Governo Regional vai distinguir as empresas que ostentam desde 2015 o selo ‘Marca Açores – Certificado pela Natureza’.
 O evento terá início no Monumento Natural da Caldeira da Graciosa, a denominada Furna do Enxofre, seguindo-se a cerimónia de distinção daquelas empresas.
 Segundo Marisa Toste, administradora da Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, SDEA, “o sucesso foi tal” que a Marca Açores “já serviu de inspiração para outras regiões do país, nomeadamente para Trás-os-Montes e Gaia”.
 A força da Marca Açores “está alicerçada numa estratégia colectiva de marcas, com produtos e serviços de qualidade e isso inspira-nos e dá-nos vontade de fazer mais e melhor”, declarou, recentemente, Marisa Toste ao ‘Correio dos açores.
De acordo com os inquéritos realizados junto das empresas, é possível constatar que em 2018 as empresas aderentes à Marca Açores registaram um amento do volume de vendas dos produtos certificados na ordem dos 27%, ou seja, uma subida de 5% face a 2017 e de 9% face a 2016. 
 Questionada sobre as inovações que a SDEA prepara para a Marca Açores, Marisa Toste realçou que o “principal objectivo” é que a Marca “Açores seja agregadora de valor e é neste sentido que continuamos a trabalhar. Vamos ser criativos e proporcionar novos projectos que visem impulsionar novos negócios, com o intuito de contribuir para um tecido empresarial mais resiliente e competitivo”.
Agora que a Marca completa cinco anos de existência, “queremos consolidar todo o trabalho feito e dar continuidade à notoriedade da Marca e evoluir para novas formas de promoção e comercialização”, afirmou.
“Pretendemos consolidar a nossa presença nos mercados da América do Norte e da Europa e reforçar a nossa presença em Portugal continental”, realçou.
Deste modo, em 2020, a SDEA pretende dar continuidade ao Plano de Feiras e Missões do Governo dos Açores, chamado de Azores Export, em parceria com a Câmara de Comércio dos Açores, “possibilitando novas oportunidades de negócios e contribuindo para o aumento das exportações.”
“Vamos continuar a criar condições para que as empresas dos Açores possam participar em eventos que se destinem ao consumidor final, através de uma relação privilegiada com grossistas, retalhistas e grandes superfícies comerciais, supermercados e lojas de especialidade. Queremos dar continuidade a dinâmicas promocionais como o “Taste Azores” que se realiza desde 2017 na Praça Central do Centro Colombo e ainda projectos como o Roadshow Taste Azores, com acções em lojas gourmet, restaurantes e outros locais de grande afluência de público, caracterizados pela aposta nos produtos de valor acrescentado e na relação destes com a gastronomia”, palavras de Marisa Toste proferidas ao ‘Correio dos Açores’.
“A nível regional, vamos continuar a promover o consumo de produtos com selo Marca Açores quer para a população residente, quer para os turistas que nos visitam. Vamos reforçar as campanhas de parceria da Marca Açores com a grande distribuição regional e outras acções de promoção do comércio local, como é o caso do Roteiro Gastronómico Marca Açores em parceria com a Câmara do Comércio e Indústria dos Açores”.
“A estratégia da Marca Açores tem uma abrangência mais alargada que passa por outras medidas concretas, criadas pelo Governo dos Açores, para as empresas, nomeadamente o Competir+, o “Programa de Apoio à Aquisição de Produtos Regionais”, mais recentemente o “Vale Exportar Açores” e agora, para 2020, a realização de uma acção de Capacitação Empresarial em Gestão e Liderança para a Sustentabilidade. Esta acção permitirá às empresas assumirem um posicionamento diferenciado e sustentável, de acordo com as exigências do mercado global, através do conhecimento e aplicabilidade da inovação, economia circular e finanças sustentáveis”, concluiu a administradora da SDEA em declarações ao Correio dos Açores. 

As 20 empresas que vão ser distinguidas amanhã
na I Gala da Marca Açores na Graciosa

Azores WineCompany
Empresa sedeada na ilha do Pico e fundada a 3 de Abril de 2014 pelos sócios António Maçanita, Filipe Rocha e Insula Vinus, Lda. Entre vários projectos aos quais estão ligados, contam-se a produção de vinhos no Pico, a recuperação de uma casta em extinção, a promoção dos vinhos e da gastronomia dos Açores. Esta empresa aderiu ao selo Marca Açores – Certificado pela Natureza em Dezembro de 2015.

Cooperativa Vitivinícola 
da Ilha do Pico 
Com uma história que remonta à década de 50 do século passado a CVIP tem 220 associados e é um marco na Paisagem Protegida de Interesse Regional da Cultura da Vinha, reconhecida e classificada pela UNESCO com o estatuto de Património Mundial da Humanidade. Vinhos licorosos e vinhos de mesa galardoados integram a história desta cooperativa. Uma empresa que é aderente ao selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Novembrode 2015.

Emanuel Costa Casado 
A empresa, sedeada na ilha de São Miguel, que surgiu, inicialmente, como um hóbi dentro do sector apícola em 1990, depressa cresceu e em 2004, além do mel, a empresa começou a dedicar-se à doçaria tradicional, aproveitando e transformando os excedentes da sua actividade principal. Actualmente, produz caramelos, rebuçados tradicionais, mel DOP e alguns derivados. Esta empresa aderiu ao selo Marca Açores – Certificado pela Natureza em Outubro de 2015.

Estufaçor – Exploração e Investigação 
do Ananás, Lda. 
A empresa Estufaçor - Exploração E Investigação do Ananás Lda., está sedeada na Fajã de Baixo, e exerce a actividade de agricultura e produção animal combinadas. Uma empresa que é aderente ao selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Novembro de 2015.

FinançorAgro-Alimentar S. A. 
A história do actual Grupo Finançor, sedeado em São Miguel, resulta da junção de percursos empresariais distintos, directamente ligados à fundação e evolução das empresas Finançor, Noviçor e Sociedade Açoriana de Sabões e respectivas associadas. 
Hoje, com centenas de referências no mercado, com especial destaque para o sector agroalimentar, o grupo Finançor abraçou a estratégia Marca Açores em Novembro de 2015. 

Garcez & Santos, Lda. 
A empresa Garcez & Santos, Lda. foi constituída a 2 de Junho de 1978, tomando há já mais de 40 anos a denominação comercial de YOÇOR. A produção de iogurtes com leite 100% açoriano e de forma ainda tradicional são factores distintivos desta empresa sediada na ilha de São Miguel. A Yoçor aderiu ao selo Marca Açores – Certificado pela Natureza em Julho de 2015.

José Agostinho de Sousa Serpa 
Artesão sedeado na ilha das Flores e aderente ao selo Marca Açores- Certificado pela Natureza desde Junho de 2015, José Agostinho de Sousa Serpa trabalha a arte de produzir a Viola da Terra, um instrumento de sonoridade particular e parte integrante da cultura açoriana. 

Maria de Lurdes Coelho Pires 
Queijaria Rodrigues
Esta empresa, sedeada na Terceira, dedica a sua actividade à produção de queijo fresco, obtido através da mistura de leite de cabra e leite de vaca pasteurizado e feito de forma tradicional, mantendo assim as características originais da produção secular. A Queijaria Rodrigues é uma empresa aderente ao Selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Novembro 2015. 

Pauferr – Comércio e Indústria 
Alimentar, Unipessoal, Lda.
Esta empresa sedeada em São Miguel além de se dedicar à importação, embalamento e comércio de produtos alimentares, tais como especiarias, temperos, tripas, aperitivos, mercearia e outros, é uma empresa reconhecida no mercado pelas suas compotas e pimentas. Uma empresa aderente ao Selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Outubro de 2015.
 
Pastelaria O Forno 
A adoçar os angrenses desde 1987, esta empresa sedeada na ilha Terceira dedica-se à doçaria conventual. Bolos Donas Amélias, Pudins Conde da Praia, Caretas são algumas das doces iguarias que têm levado o nome da Pastelaria o Forno além-fronteiras. A empresa integra a estratégia Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Abril de 2015. 

Peixaria Silveira, Lda.
Com sede na ilha Terceira, esta empresa dedica-se à comercialização e embalamento de peixe e marisco capturado nas águas açorianas. Com espaços de venda directa ao público, confiança e proximidade caracterizam esta empresa junto do consumidor final. A Peixaria Silveira é aderente ao selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Maio de.2015. 

Queijadas da Graciosa 
As Queijadas da Graciosa são reconhecidas pelo Centro Regional de Apoio ao Artesanato dos Açores como “Produto de Origem e Qualidade Certificada” e ostentam, desde março de 2015, o selo Marca Açores – Certificado pela Natureza, tendo sido o primeiro produto da Região a receber este certificado. 

Queijadas de Adelino 
Morgado & Filhas, Lda. 
É em Vila Franca do Campo que encontramos a empresa Queijadas Adelino Morgado & Filhas Lda. com a terceira geração a iniciar o seu envolvimento no negócio. Esta empresa familiar é um marco no desenvolvimento da ilha, apostando na recuperação da doçaria tradicional. Uma empresa aderente ao Selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Maio de 2015. 

Quinta dos Açores 
Sedeado na Terceira, o Grupo Barcelos dispõe de 5 empresas que, de forma integrada, actuam nas várias fases da cadeia de valor. A Quinta dos Açores é a principal marca do grupo e integra 4 unidades de negócio: Indústria Carnes, Indústria Lácteos, Restauração e Retalho. Uma empresa que integra a estratégia Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Novembro de 2015. 

Santa Catarina – Indústria 
Conserveira, Lda. 
Herdeira da antiga tradição conserveira da ilha de São Jorge, a fábrica Santa Catarina tem sido reconhecida através de inúmeros prémios nacionais e internacionais nas diferentes conservas que produz.  O atum dos Açores continua, nesta fábrica, a ser preparado segundo os métodos artesanais usados pelos antigos mestres conserveiros, a que se juntam novas especialidades que vêm inovar e satisfazer um mercado cada vez mais exigente. Uma empresa aderente ao Selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Junho de 2015. 

SeaExpert – Serviços e Consultoria 
na Área das Pescas 
Sedeada na ilha do Faial, a seaExpert actua nas áreas de desenvolvimento e consultoria em projectos de aquacultura em contexto insular; monitorização de actividades da pesca; estudo de novas pescarias; Sistemas de Informação Geográfica; embarques em cruzeiros científicos; recrutamento, formação e embarque de observadores de pesca; recolha de dados, análise estatística; comercialização de produtos do mar de alto valor; estudos acerca do impacto ambiental; entre outras. Esta é uma empresa aderente ao Selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Junho de 2015. 

Sicosta 
O Grupo Sicosta, sedeado em São Miguel afirma ter como principal missão a disponibilização de “produtos que, de uma forma consistente, ofereçam mais-valia em termos de qualidade e inovação e que sejam seguros”. “A relação com o cliente final e com o meio envolvente é uma das grandes prioridades” do grupo. A Sicosta é uma empresa aderente ao Selo Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Outubro de 2015. 

Unicol – Cooperativa Agrícola, CRL
A Unicol – Cooperativa Agrícola, C.R.L. foi constituída a 18 de Junho de 1946. Juridicamente, é uma união de 23 cooperativas, sendo 22 associadas na Terceira e uma da ilha Graciosa. Emprega, actualmente, cerca de 200 trabalhadores aos quais se juntam cerca de 600 produtores de leite, atingindo um volume de 800 empregos directos, o que faz desta Cooperativa uma das empresas de maior impacto social não só na Terceira, mas em toda a Região. A Unicol integra a estratégia Marca Açores – Certificado pela Natureza desde Novembro de 2015. 

J.P.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima