Aluno da Escola Rui Galvão de Carvalho morre de “gripe forte” e pais dos colegas de aula são aconselhados a ter os filhos em casa

 O Conselho Executivo da Escola Rui Galvão de Carvalho, em Rabo de Peixe, confirmou ao Correio dos Açores que os pais e encarregados de educação dos alunos da ala de Educação Especial foram aconselhados a que os filhos ficassem em casa por um dos alunos da sala de aula ter falecido no Domingo em consequência de “uma gripe forte”.
O aluno, segundo o Conselho Executivo, era portador de “uma deficiência aguda e apresentava um estado de saúde debilitado”.
O Conselho Executivo não confirmou, contudo, que a causa da morte tenha sido ‘gripe A’, como é referido em alguns meios da comunidade escolar.
O interlocutor do Correio dos Açores no Conselho Executivo referiu que, para impedir quaisquer contágios, os pais e encarregados de educação da sala de aula do aluno que faleceu, foram aconselhados a ter os filhos em casa, pelo menos, nos próximos três dias, ou seja, toda esta semana.
O Delegado de Saúde da Ribeira Grande tem seguido de perto esta situação e alertou o Conselho Executivo da escola para “não causar alarme” no estabelecimento de ensino. 
Os próprios professores e auxiliares dos alunos da sala de aula de Educação Especial foram elucidados para manterem silêncio sobre a morte deste aluno, para não levar a especulações.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima