“Açores têm vocação, desejo e capacidade para desempenhar um papel relevante na Presidência Portuguesa da União Europeia”

Os Açores devem desempenhar um papel relevante durante a Presidência Portuguesa da União Europeia. Quem o disse foi o Director Regional para as Relações Externas no final de uma reunião da Comissão Interministerial para os Assuntos Europeus (CIAE).
“Os Açores, profundamente europeístas, têm a vocação, o desejo e a capacidade para desempenhar um papel relevante durante a Presidência Portuguesa da União Europeia”, frisou no encontro.
Rui Bettencourt salientou que “os Açores terão a Presidência das Regiões Ultraperiféricas durante o ano de 2021 e, a este título, pretendem marcar a agenda à volta da importância destas regiões europeias na construção da União Europeia”.
“Os Açores trazem a Portugal e à União Europeia, uma realidade que importa potenciar, com uma dimensão oceânica extraordinária, uma posição geoestratégica única, novas dimensões do desenvolvimento, tais como no Espaço e na Economia Azul, mantendo uma importante atividade económica na agricultura, nas pescas e no turismo, e sendo exemplares em várias das suas políticas, tais como na transição energética, com a relevantíssima taxa de penetração das energias renováveis”, sublinhou.
O titular da pasta das Relações Externas considerou ainda que, “naquilo que são as questões em debate na Europa, é de sublinhar que os Açores se confrontam com grande parte dos desafios com que se confronta a União Europeia”, apontando, nesse sentido, “a coesão territorial, social e económica, o desenvolvimento sustentável, a mobilidade dos cidadãos, a qualidade de vida”.
“É, pois, intenção dos Açores mostrar ao país e à União Europeia a realidade ultraperiférica e autonómica dos Açores, com todas as suas fragilidades, mas igualmente mais valias e dinamismo”, frisou Rui Bettencourt.
Nesta reunião da CIAE, em que participaram grande parte dos secretários de Estado do Governo da República, esteve em análise a preparação da Presidência Portuguesa da União Europeia, que terá lugar no primeiro semestre de 2021, além de questões ligadas à actualidade europeia, como o ‘Brexit’ e as negociações da futura relação entre o Reino Unido e a União Europeia.
Recorde-se que a Comissão Interministerial para os Assuntos Europeus, que funciona no âmbito do Ministério dos Negócios Estrangeiros, tem por missão assegurar a coordenação técnica e política entre os diversos ministérios e órgãos de governo das Regiões Autónomas, com vista ao estabelecimento de orientações concertadas e à definição das posições portuguesas junto das diferentes instituições da União Europeia.    
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima