83% dos reprodutores bovinos machos de raças puras de carne foram adquiridos nos Açores

Oitenta a três por cento dos reprodutores bovinos machos de raças puras produtoras de carne apoiados em 2019 foram adquiridos nos Açores. O anúncio foi feito pelo Secretário Regional da Agricultura e Florestas.
“Este indicador é o resultado da aposta estratégica que tem vindo a ser feita na melhoria genética dos animais por parte dos produtores, considerando que a aquisição de mais bovinos na Região é positivo, porque contribui para dinamizar a economia local e reduz riscos de ordem sanitária, relativamente à opção de adquirir animais fora da Região”, referiu João Ponte.
Por outro lado, destacou que, fruto do crescimento verificado nos núcleos de raças puras de carne existentes nos Açores, como é o caso da Charolesa, Abeerden Angus, Limousine e Simmental-Fleckvieh, com animais bem adaptados ao meio ambiente, deixou de haver tanta necessidade de adquirir bovinos fora dos Açores.
O governante revelou que, em 2019, foram apoiadas, através da Direcção Regional da Agricultura, 195 candidaturas, o que significa mais 28% do que no ano anterior.
A portaria que regula o quadro de incentivos financeiros destinados à aquisição de reprodutores bovinos de raças produtoras de carne indica que podem ser alvo de apoio quatro raças, nomeadamente Limousine, que representa 45% das aquisições feitas em 2019, Charolesa (28%), Aberdeen-Angus (24%) e Simmental-Fleckvieh (3%).
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima