Defesa dos interesses da diáspora passa por integração e “participação activa” nas sociedades onde se estabelece

“À Sombra da Saudade - Vivências e Reflexões Portuguesas na Califórnia”, da autoria de Diniz Borges, foi lançada  nas ilhas Terceira Sábado) e São Miguel (Domingo). 
A obra apresenta as crónicas do autor publicadas ao longo dos anos em vários jornais de língua portuguesa, com as suas reflexões sobre as comunidades de emigrantes e descendentes açorianos nos EUA, com destaque para o movimento associativo, o ensino da língua portuguesa, a presença na vida política e as vivências dos emigrantes e das suas sucessivas gerações.
Na cerimónia, o Director Regional das comunidades disse ser essencial que a diáspora açoriana “se integre e participe ativamente nas sociedades onde se encontra estabelecida”, contribuindo desta forma para uma “maior defesa dos seus interesses”.
 “Após décadas de presença açoriana, de centenas de organizações das mais variadas áreas de intervenção e de permanente ligação às nossas ilhas, as sucessivas gerações vão constituindo uma diáspora dinâmica, que é motivo de orgulho para cada um de nós”, frisou Paulo Teves, acrescentando que “este é um momento de afirmação” das comunidades açorianas espalhadas pelo mundo, no qual se devem “colher das vivências dos mais jovens novas e mais abrangentes perspectivas de intervenção”.
“A nossa comunidade no oeste dos EUA tem, ao longo dos anos, demonstrado a capacidade de se afirmar em diversos parâmetros da sociedade, nomeadamente no mundo empresarial e político, sem descurar as nossas tradições culturais, que persistem de norte a sul do Estado da Califórnia”, salientou o Director Regional, que falava Domingo na sessão de lançamento do livro ‘À Sombra da Saudade - Vivências e Reflexões Portuguesas na Califórnia’.
Para Paulo Teves, esta obra, da autoria de Diniz Borges,  “é um conjunto de ideias, amadurecidas ao longo de mais de cinco décadas não apenas de vivência comunitária, mas também de participação activa, quer  no ensino da língua portuguesa, na valorização das novas gerações, na manutenção do nosso património identitário, quer de dignificação dos nossos escritores e da nossa literatura, bem como de representação do nosso país, numa sempre missão de aproximação entre a Califórnia e a Região Autónoma dos Açores”.
Diniz Borges nasceu na Praia da Vitória e emigrou, com os seus pais, para os EUA em 1968, onde se formou em Literatura Étnica.
Durante 22 anos, foi professor na Tulare Union High School, tendo sido Diretor do Departamento de Línguas, lecionando actualmente na California State University, em Fresno, e no College of the Sequoias, em Visalia. Cônsul Honorário de Portugal em Tulare, ocupa ainda o cargo de Director do Portuguese Beyond Borders Institute (PBBI), da California State University, que foi inaugurado em 2019 pelo Presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro. Diniz Borges foi agraciado nos Açores, em 2017, com a  Insígnia Autonómica de Reconhecimento, e, ao longo do sua vida, tem sido distinguido por diversas instituições, nomeadamente com a Medalha de Mérito do Governo Português pelos serviços prestados em prol da Língua Portuguesa na Califórnia, com o prémio de Cidadão Português do Ano pela Portuguese-American Heritage Association, com o prémio Língua e Cultura da LAEF, tendo ainda sido nomeado, em 2017, Melhor Professor de Línguas Estrangeiras na Califórnia, reconhecimento que distinguiu pela primeira vez um professor de língua e cultura portuguesas no ensino secundário.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima