“Difusão da cultura” está também “na linha da frente” do combate contra a pobreza

A “difusão da cultura” está também “na linha da frente” do combate contra a pobreza. A afirmação pertence ao Secretário Regional da Educação e Cultura  Avelino Meneses, que falava na cerimónia de assinatura do acordo de colaboração entre a Direcção Regional da Cultura e o Conselho Executivo do Plano Nacional das Artes, que apontou a cultura, para além da escolarização, como um “pilar do desenvolvimento das comunidades”.
Nesse sentido, considerou que essa é “justificação bastante” para a assinatura, válida por quatro anos, dos protocolos que, além da DRC, através do Museu Carlos Machado, envolve as escolas básicas integradas de Rabo de Peixe e da Maia, em S. Miguel.
Para o Secretário Regional, “nesta época da globalização avessa ao reconhecimento de especificidades, aqui, no arquipélago, como no resto do mundo, a individualização de uma identidade açoriana constitui uma mais valia, traduzível em superioridade moral e em progresso social”.
O acordo de colaboração agora subscrito visa, numa primeira instância, estender aos Açores o Plano Nacional das Artes (PNA), iniciando-se este compromisso através projecto ‘De Fenais a Fenais: Cultura Matriz do Desenvolvimento Local’, que vai decorrer entre 2020 e 2024, em desenvolvimento pelo Museu Carlos Machado, mediante a realização de um conjunto de acções-piloto inscritas nos três eixos da acção estratégica do PNA.
Num segundo momento, prevê-se instituir as normas gerais de colaboração entre o Conselho Executivo do PNA e o Museu Carlos Machado, por forma a estender este plano nacional às escolas básicas integradas de Rabo de Peixe e da Maia.
Isto ocorrerá com a realização de um conjunto de acções inscritas no eixo estratégico daquele plano, numa relação articulada com as competências criativas, culturais e artísticas, suporte do diálogo estreito entre o património cultural, natural e social das freguesias rurais e costeiras da ilha de S. Miguel, designadamente Fenais da Luz, Rabo de Peixe, Porto Formoso, Maia e Fenais da Ajuda.
O PNA é uma estrutura de missão das áreas governativas da Cultura e da Educação, com o horizonte temporal 2019-2029, e tem como missão promover a transformação social, mobilizando o poder educativo das artes e do património na vida dos cidadãos, para todos e com cada um.
Os principais objectivos do PNA são garantir o acesso e a participação dos cidadãos na fruição das artes e da produção cultural, expandir a oferta cultural educativa e promover o conhecimento, a integração e o encontro de culturas.
 O PNA trabalha em articulação com o Plano Nacional de Leitura, o Plano Nacional de Cinema, o Programa Nacional de Educação Estética e Artística, o Programa Rede de Bibliotecas Escolares e a Rede Portuguesa de Museus, potenciando a sua acção conjunta, refere uma nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima