Encontro Regional e Nacional da Rede Territorial das Cidades Educadoras abrange várias áreas em debate

A cidade da Lagoa irá receber a 27 e 28 de fevereiro, no Convento de Santo António, o primeiro Encontro Regional e Nacional da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras do ano 2020. Uma iniciativa, organizada pela Câmara Municipal da Lagoa,  após decisão da Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras (RTPCE).
O Encontro Nacional da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras irá realizar-se no dia 28 de fevereiro, sendo que a primeira parte do programa será subordinada ao tema Diversificar Aprendizagens – Investir na Educação Não Formal, prevendo-se a sessão de abertura pelas 9h30, com a Presidente da Câmara Municipal da Lagoa, Cristina Calisto, seguindo-se, pelas 10h00, a intervenção de Graça Castanho, da Universidade dos Açores, que abordará a temática: Cidades Educadoras sob o Lema da Felicidade e do Sucesso. Pelas 11h00, decorrerá uma reunião da Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras, com todos os representantes das cidades educadoras, enquanto os restantes participantes farão uma visita ao Observatório Vulcanológico e Geotérmico dos Açores (OVGA), terminando o período da manhã, com um momento musical de Viola da Terra. A partir das 14h00, o mote será o Desenvolvimento de Competências, sendo que os Projetos pedagógicos da Câmara Municipal da Lagoa serão apresentados por Ana Lopes, Cátia Meireles e Pedro Tavares. Entre as 15h00 e as 16h30, subordinado ao tema Cultura e Património – Núcleos do Museu da Lagoa,  todos os participantes terão a oportunidade de conhecer o convento de Santo António e a Coleção Visitável da igreja Matriz da Lagoa, numa visita guiada pelo arquiteto Igor França.
De ressalvar que, esta iniciativa pretende reforçar e disseminar a proposta de Cidade Educadora, partilhando experiências e ideias educadoras entre os municípios da rede. Para a Câmara Municipal da Lagoa, o envolvimento da comunidade nas decisões políticas e sociais é fundamental, porque a participação nas diversas atividades em prol de uma Cidade Educadora confere saberes imprescindíveis para o exercício de uma cidadania ativa, reforçando assim a vivência democrática no concelho.
Por seu turno, no dia 27 de fevereiro, irá decorrer o Encontro Regional da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras, igualmente, no convento de Santo António, em torno da temática Construir a Cidade Educadora, com  duas sessões de apresentação de Boas Práticas. O evento tem início, às 9h30, com a sessão de abertura, que contará com a presença da vereadora da Educação, Cultura e Juventude da Câmara Municipal da Lagoa, Albertina Oliveira, seguindo-se, pelas 10h00, a intervenção de Paulo Louro, da RTPCE, com o mote “Porquê Cidade Educadora?”. Na primeira sessão de Apresentação de Boas Práticas, às 10h30, Catarina Machado, Dirigente Intermédia da Unidade Orgânica da Ação Social, Saúde, Educação e Cultura da Câmara Municipal da Lagoa, irá apresentar o projeto Lagoa Ativa, Famílias em Movimento. Seguir-se-á, pelas 11h20, o Projeto Estuda + e 3D, apresentado por Raquel Ferreira, vereadora da Educação da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, sendo que, Sónia Pereira, vereadora da Educação, Cultura, Intervenção Social e Juventude da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, falará sobre “Projeto Passo a Passo”. Pelas 12h00, irá decorrer um debate, em que todos os participantes poderão expor as suas dúvidas ou observações, seguindo-se uma visita ao Núcleo Museológico do Presépio.
Já na segunda Sessão, e, de tarde, a partir das 14h30, Margarida Pais, Chefe de Divisão do Desenvolvimento Social da Câmara Municipal de Ponta Delgada, falará sobre “Saber Comer”, seguindo-se o tema “Desvendando Memórias dos Gibraltinos”, apresentado por Madalena Nunes, vereadora da Educação e Cultura da Câmara Municipal do Funchal. Ester Pereira, vereadora da Educação e Juventude da Câmara Municipal da Horta, falará sobre “Índice de Sustentabilidade Municipal”, pelas 15h40, sendo que, às 16h00, haverá uma Tertúlia à volta do tema “Cidade Educadora”, com a presença dos vereadores da comissão de coordenação da RTPCE.
A Câmara Municipal da Lagoa convidou para este Encontro Regional os membros da RTPCE, todos os municípios da região Açores e Madeira e os parceiros da Câmara Municipal da Lagoa na área da educação.
A Lagoa afirma-se, assim, como sendo uma Cidade Educadora que aposta na educação, como ferramenta de transformação social, mobilizando e articulando o maior número possível de agentes educativos que operam no território. Inclusão; igualdade de oportunidades; justiça social; democracia participativa; convivência entre diferentes culturas; diálogo entre gerações; promoção de um estilo de vida saudável e sustentável; planificação de uma cidade acessível e interconectada; cooperação e paz, são alguns dos princípios que representam uma Cidade Educadora e que se encontram incluídos na Carta de Cidades Educadoras.
De salientar que, a Câmara Municipal da Lagoa é membro da Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE), desde 2015, sendo que o número de membros da rede ascende 493 cidades, de 36 países, distribuídos por todos os continentes,  e, em Portugal 80 municípios do continente e regiões autónomas, constituíram-se, desde 2005, na Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras.

 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima