13 de fevereiro de 2020

SATA deve 220 mil euros a 3 associações de bombeiros

A SATA Gestão de Aeródromos assume que deve às associações de Bombeiros Voluntários das Velas de São Jorge e da Graciosa 132,4 mil euros. Deste total 72,5 mil euros corresponde a dívida aos bombeiros das Velas e 59.8 mil euros de dívida aos bombeiros da Graciosa.
À data de 31 de Janeiro deste ano,  a SATA Gestão de Aeródromos, reconheceu também como estando em dívida à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Madalena o valor de 87,6 mil euros.
Assim, a dívida total da SATA Gestão de Aeródromos às três associações humanitárias é de 220 mil euros.
O contrato assinado entre as associações humanitárias de Bombeiros Voluntários da Madalena do Pico, das Velas de São Jorge e da Graciosa e a SATA Gestão de Aeródromos estipula um conjunto de obrigações no âmbito da execução da prestação de serviço de prevenção de acidentes e incidentes, salvamento e luta contra incêndios nos aeródromos de São Jorge, Pico, Graciosa e Corvo, cujo cumprimento integral, segundo o Governo dos Açores, “cabe a cada uma das partes e a resolução de litígios ao competente Tribunal”.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima