14 de fevereiro de 2020

RE/MAX efectuou 888 transacções nos Açores em 2019

 A RE/MAX, a maior imobiliária a operar em Portugal, encerrou o ano de 2019 nos Açores com 888 transacções, surgindo com uma quota de 1,3% em relação ao total do país no 11º lugar no ranking da imobiliária.
A Madeira surge em 14º lugar com 517 edifícios transaccionados e uma quota de 0,8%.
Na análise a 2019, os dados RE/MAX mostram ainda que, mantendo a tendência dos últimos anos, os dois tipos de imóvel preferidos por clientes em território nacional continuam a ser os apartamentos e as moradias, representando 62,6% e 20,5% do total de transacções, respectivamente. 
Nos apartamentos o destaque vai para as tipologias T2, T3 e T1, por esta ordem de preferência.
“O crescimento consistente dos nossos resultados tem a ver com duas variáveis: a primeira relacionada com os nossos fortes investimentos no aumento da capilaridade e na formação constante das equipas; e a segunda, consequência da primeira, é a confiança dos consumidores, que, além de reconhecerem a melhor oferta, procuram um serviço altamente especializado para garantir conforto e confiança numa operação que, em alguns casos, representa um investimento para toda a vida”, refere Beatriz Rubio, CEO da RE/MAX em Portugal.
As previsões da RE/MAX para 2020 passam por manter o crescimento nos dois dígitos, sustentado no que tem obtido nos últimos anos e que confirmam a posição de liderança no mercado mobiliário português. Outro objectivo, mas a médio prazo, assenta que no arranque de 2023 quatro em cada dez transacções imobiliárias que se realizem no país tenham a intervenção da rede RE/MAX.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima