Mais de 12 mil açorianos empregados e desempregados adquiriram novas competências, anunciou Paula Andrade

A Directora do Emprego e Qualificação Profissional destacou, em São Miguel, a relevância da formação e qualificação dos açorianos para a empregabilidade, tendo como objectivo o aumento das competências profissionais, da produtividade e da competitividade da economia dos Açores.
 “As medidas e as intervenções formativas promovidas pelo Governo dos Açores destinadas a activos têm permitido o aumento de qualificações e a aquisição de competências, contribuindo para que cada vez mais açorianos consigam manter e integrar o mercado de trabalho, tendencialmente muito exigente e competitivo”, afirmou Paula Andrade.
 A governante falava, na Casa do Povo da Maia, na cerimónia de entrega de cerca de 50 certificados a formandos em HACCP - Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos e em Técnicas de Socorrismo. 
Na ocasião, Paula Andrade referiu que, até ao momento, já foram abertos quatro concursos para apresentação de candidaturas, com uma dotação global de três milhões e 650 mil euros, perspectivando que mais de 12.000 açorianos empregados e desempregados adquiram novas competências.
 “O Governo Regional, prosseguindo uma estratégia de dotar as empresas de recursos humanos mais e melhor qualificados, favorecendo a sua sustentabilidade e competitividade, vai continuar a investir na melhoria das qualificações dos açorianos”, assegurou Paula Andrade. 
Numa referência aos últimos dados do Inquérito ao Emprego do Instituto Nacional de Estatística (INE), a Directora Regional disse que “a redução da taxa de desemprego nos Açores, face ao período homólogo, foi a segunda maior do país e terceira maior em termos de taxa anual”.
 De acordo com o INE, enquanto no país se observou uma desaceleração na diminuição da taxa de desemprego, em termos de média anual, os Açores, por seu lado, registaram, em 2019, uma redução considerável da taxa de desemprego, ou seja, menos 0,7 pontos percentuais. 
“Se tivermos em conta a comparação homóloga, ou seja, o quarto trimestre de 2019 face ao mesmo trimestre de 2018, a taxa de desemprego nos Açores regista uma diminuição de 0,9 pontos percentuais, o que representa a terceira maior diminuição do país”, frisou Paula Andrade.
 “O Governo Regional tem feito o que lhe compete, mas são os Açorianos os principais protagonistas e os responsáveis pela obtenção destes resultados positivos”, assegurou a Directora Regional.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima