Atlantis Cup – Regata da Autonomia potencia “uma maior proximidade” entre as nove ilhas dos Açores

“A Atlantis Cup é, na minha opinião, muito mais que uma prova desportiva porque, não descurando o aspecto competitivo que é fundamental na regata, a verdade é que a mesma tem vindo a consolidar os laços entre as diversas instituições das diferentes ilhas por onde passa, potenciando desta forma uma maior proximidade entre as nove ilhas dos Açores”.
Foram palavras proferidas pela Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA), Ana Luís, na apresentação da 32ª edição da Atlantis Cup – Regata da Autonomia, evento que teve lugar na tarde de Segunda-feira no Bar do Clube Naval da Horta (CNH).
A Atlantis Cup 2020, que conta com o alto patrocínio da ALRAA e organização do CNH, vai decorrer de 26 de Julho a 2 de Agosto, partindo de Ponta Delgada, em São Miguel, com destino a Vila do Porto, em Santa Maria, num total de 55 milhas náuticas. A segunda etapa, a mais longa, com 143 milhas náuticas, liga Vila do Porto a Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, de onde os velejadores saem em direcção ao porto da Horta, na ilha do Faial, percorrendo mais 68 milhas náuticas.
Para pôr de pé este evento desportivo “com créditos firmados no cartaz náutico nacional e reconhecido pelas suas características singulares” em muito contribui “o empenho, a dedicação e o esforço colocados pela organização desta regata para que anualmente seja um sucesso desportivo e social”, afirma Ana Luís. 
A Presidente da ALRAA deixou também um agradecimento ao Clube Naval da Horta “que se afirma como uma referência exemplar na nossa região estendendo desta forma, naturalmente, através da sua Direcção, uma calorosa saudação amiga a todos os seus sócios, voluntários e directos colaboradores”.
Lembrando o desafio por si lançado em 2013 para alteração do formato da Regata no sentido de tocar as nove ilhas dos Açores, Ana Luís reconhece o mérito de quem abraçou o desafio, nomeadamente “ao Sr. José Decq Mota enquanto Presidente da Direção do CNH e ao Sr. Jorge Macedo, Director de prova, tendo em conta as dificuldades em implementar estes três anos de Regata”.
Apesar das dificuldades que foram necessárias ultrapassar, a Atlantis Cup é “o primeiro evento desportivo que, logicamente em edições separadas, passou pelas nove ilhas dos Açores, cumprindo, assim, a Autonomia e dando outro valor ao nome desta Regata”, frisou a Presidente da Assembleia.
Na ocasião, Ana Luís deixou ainda no ar mais um desafio para que se volte a pensar para a 40ª edição na Atlantis Cup como “um símbolo da união e da coesão entre as nove ilhas”.
Durante a sessão de apresentação da edição de 2020 da Atlantis Cup, usou da palavra José Decq Mota que relembrou que esta será a última edição da Regata em que ocupará o cargo de Presidente da Direcção uma vez que haverá eleições para os órgãos sociais do CNH às quais não se vai recandidatar.
“A Atlantis Cup é uma Regata que perdura, que marca, que não morreu mas que vai ao longo dos séculos ganhando vida nova”, sublinhou José Decq Mota, adiantando que esta edição da Regata “vai seguir as linhas mestras habituais”.
O Presidente da Direcção destacou na ocasião a importância que a ALRAA “deu e dá a esta Regata. O alto patrocínio deste órgão institucional da autonomia é fundamental para que a Regata registe a projecção e o prestígio que tem e tenha tido o sentido que tem”.
Para o sucesso da Regata contribui ainda, segundo José Decq Mota, o apoio das câmaras municipais dos concelhos visitados, dos Clubes Navais dos Portos dos quais parte a Regata e nos quais faz escala e da Portos dos Açores SA. A Atlantis Cup conta ainda com o apoio de várias empresas regionais.
 “Penso que a Atlantis Cup – Regata da Autonomia 2020 tem todas as condições para ser um sucesso”, concluiu o Presidente da Direcção do CNH.
Em representação do Presidente da Câmara Municipal da Horta, o Vice-presidente Luís Botelho tomou a palavra para reconhecer o grande trabalho feito pelo CNH, aproveitando para referir que o município patrocina com orgulho as actividades do clube.
Usou ainda da palavra o Secretário Regional do Mar, em representação do Presidente do Governo Regional, que salientou as características únicas da Atlantis Cup e que passam por incluir várias ilhas, contribuindo para a coesão regional e para o desenvolvimento da náutica de recreio nos Açores.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima