Ribeira Grande reclama 800 mil euros do Governo Regional para pagamentos de contratos ARAAL

O Presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, reuniu com a Comissão de Política Geral da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, presidida por António Soares Marinho, no âmbito das competências da Comissão Parlamentar que acompanha a situação das autarquias e da protecção civil.
Alexandre Gaudêncio apresentou aos parlamentares diversas preocupações, com enfoque para a “dívida do Governo Regional para com o município da Ribeira Grande no valor de cerca de 850 mil euros, referente aos contratos ARAAL.”
O edil revelou também “preocupação pela baixa execução dos fundos comunitários, na medida em que dos quinze milhões de euros protocolados só foram executados, até ao momento, cerca de quatro milhões de euros, não se contabilizando aqui as candidaturas submetidas em Dezembro de 2019 e que rondam os três milhões de euros.”
Em matéria de protecção civil, Alexandre Gaudêncio lembrou que a autarquia “criou uma divisão municipal de protecção civil em 2018” e, nesse âmbito e com o intuito de a apetrechar dos equipamentos necessários para o bom funcionamento da mesma, foi submetido um “projeto de aquisição de material diverso, no montante global de 400 mil euros, no âmbito do Açores 2020.”
Na ocasião, o autarca também elogiou a “boa relação com os bombeiros voluntários da Ribeira Grande, instituição com a qual celebramos protocolo financeiro de 115 mil euros/ano e estão em vigor várias prestações de serviço como a utilização do autocarro para as escolas, aulas de hidroginástica para idosos e iniciação ao meio aquático.”
Sobre a situação financeira actual do município a que preside, Alexandre Gaudêncio , em comunicado, realçou o orçamento de 23,9 milhões de euros para o ano em curso e frisou que a Ribeira Grande “é o sexto melhor município a nível nacional com maior equilíbrio orçamental e melhor a nível regional.”
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima