PSP vai actuar contra “uso de bombinhas e bombas de carnaval”

 O Comando Regional da PSP dos Açores tem em curso até ao dia 25 de Fevereiro a operação denominada “Carnaval em Segurança’ que incentiva os açorianos a “não comprar, aceitar ou tentar fazer bombinhas e carnaval”.
A PSP pede ainda para não se transportar ‘bombinhas de carnaval’ e apela para que as pessoas se “afastem das brincadeiras com bombas de carnaval”.
A Polícia de Segurança Pública da Região pede ainda para que, “se encontrares algum destes objectos, te afastares e alertares um funcionário ou um Polícia” de forma a que passes um “bom carnaval em segurança”.
Num comunicado tornado público ontem, a PSP dos Açores refere que, “através de ajustado emprego dos meios humanos e materiais de que dispõe, irá dar cumprimento à operação ‘Carnaval em Segurança’, de forma a “incrementar o sentimento de segurança dos cidadãos nas áreas comerciais, turísticas e nos sistemas de transporte públicos ou outros locais de grande concentração de pessoas”.
A PSP esclarece que, nestes locais, irá “assegurar um elevado índice de visibilidade policial, dando especial atenção às zonas residenciais e aos locais públicos de estacionamento de veículos utilizados pelos cidadãos nas suas deslocações para os cortejos carnavalescos”. 
Na componente de segurança rodoviária, durante o mesmo período, a PSP dos Açores vai “intensificar as acções de regularização e de fiscalização de trânsito, em especial, nas zonas de acumulação de acidentes, nos períodos de maior fluxo de trânsito e em zonas de diversão nocturna, com incidência de fiscalização na condução sob o efeito do álcool/substâncias psicotrópicas, excesso de velocidade, uso indevido de telemóveis durante a condução, a não utilização ou utilização incorrecta de cintos e acessórios de segurança bem como demais comportamentos potenciadores de ocorrências de acidentes rodoviários, designadamente atropelamentos”. 
Paralelamente a estas acções, e tendo presente que, “nesta época são utilizados, por vezes, artifícios pirotécnicos de forma ilegal ou indevida”, os elementos afectos aos Modelos Integrados de Policiamento de Proximidade (MIPP – EPES) e dos elementos das Equipas de Inactivação de Explosivos e Segurança em Subsolo (EIEXSS), estão a realizar acções de sensibilização/formação juntos das escolas a alertarem para os perigos da utilização destes objectos”. 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima